Version FrançaisePolski WersjaEnglish VersionVersione ItalianaVersion EspañolaVersão Portuguesa

Home > História > Imagens de Nossa Senhora de Fátima 

Multimedia         



História   

Mensagem de Fátima   

Reitoria | Serviços   

Locais | Monumentos   

Peregrinos a Pé    

Casamentos | Batismos   

Acolhimento|Informações   

Pedidos de Oração   

Comunicação Social   

Transmissões online - Capelinha das Aparições   

Homilias |Mensagens    

Links   

Contactos   

Newsletter   




Imagem Peregrina de Fátima em peregrinação nacional pelos mosteiros de clausura em Portugal


Movimento da Mensagem de Fátima




História

Imagens de Nossa Senhora de Fátima


 Imagem da Capelinha das Aparições


 

A Imagem que se venera na Capelinha das Aparições, coração do Santuário de Fátima, foi oferecida em 1920 por Gilberto Fernandes dos Santos. É obra do escultor José Ferreira Thedim.

É em madeira, cedro do Brasil, e mede 1,10.

Foi benzida na Igreja Paroquial de Fátima (a 2,5 quilómetros do Santuário, local onde foram baptizados os Pastorinhos de Fátima) a 13 de Maio de 1920, entronizada na Capelinha das Aparições a 13 de Junho de 1920 e coroada pelo Legado Pontifício Cardeal Masela, em 13 de Maio de 1946.

A coroa que a imagem ostenta apenas nas grandes celebrações é um exemplar único executado em Lisboa e nela trabalharam gratuitamente 12 artistas durante três meses. Pesa 1200 gramas e é enriquecida por 313 pérolas e 2679 pedras preciosas. Esta coroa  foi oferecida pelas mulheres portuguesas a 13 de Outubro de 1942, em acção de graças por Portugal não ter entrado na Segunda Guerra Mundial, e tem incrustada a bala oferecida por João Paulo II.

O falecido Sumo Pontifice ofereceu a bala que lhe trespassou o corpo no atentado de que foi vítima em Roma, a 13 de Maio de 1981, em sinal de agradecimento à Virgem, por lhe salvo a vida. 


Viagens da Imagem de Nossa Senhora de Fátima da Capelinha das Aparições

Esta imagem apenas deixa a Capelinha das Aparições em ocasiões consideradas muito especiais.

A primeira saída da imagem de Nossa Senhora de Fátima da Capelinha das Aparições decorreu entre 7 e 13 de Abril de 1942, para o encerramento de um congresso promovido pelo Conselho Nacional da Juventude Católica Feminina, em Lisboa.

A segunda saída veio a acontecer por ocasião do tricentenário da proclamação de Nossa Senhora da Conceição como Padroeira de Portugal, em 1946. A imagem saiu do Santuário de Fátima na manhã do dia 22 de Novembro e regressou a 24 de Dezembro, após um périplo pela Estremadura e Ribatejo.

A terceira saída teve lugar entre Outubro de 1947 e Janeiro de 1948. Nesta ocasião, a imagem peregrinou pelo Alentejo e Algarve, passando a fronteira luso-espanhola por duas vezes, em Elvas e Badajoz, e em Vila Real de Santo António.

Por ocasião do Congresso Mariano Diocesano de Madrid, a imagem da Capelinha das Aparições fez a sua quarta viagem, a Madrid, passando por outras localidades, entre 22 de Maio e 2 de Junho de 1948.

Entre 9 de Junho e 13 de Agosto de 1951, aconteceu a quinta saída, neste caso com a visita a todas as paróquias da Diocese de Leiria.

Por ocasião da inauguração do Monumento a Cristo Rei, a 17 de Maio de 1959, a imagem visitou novamente Lisboa e Almada. Foi a sexta saída do Santuário de Fátima.

A pedido do Papa João Paulo II, a imagem efectuou a sua sétima peregrinação fora do Santuário da Cova da Iria. Foi levada a Roma, no dia 24 de Março de 1984, onde, um dia depois, na Praça de S. Pedro, durante a celebração eucarística presidida por João Paulo II, se fez a consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria. Foi nesse dia, a 25 de Março de 1984, que João Paulo II entregou ao então Bispo de Leiria-Fátima, D. Alberto Cosme do Amaral (falecido a 7 de Outubro de 2005), a bala que o tinha atingido no atentado de que tinha sido vítima a 13 de Maio de 1981. O projéctil foi incrustado na coroa da imagem de Nossa Senhora de Fátima que tinha sido oferecida à Virgem pelas mulheres portuguesas, a 13 de Outubro de 1942. Esta coroa, chamada coroa preciosa, apenas é usada nas peregrinações aniversárias, ou em outras ocasiões consideradas especiais, estando todos os outros dias em exposição na “Fátima Luz e Paz”, mostra representativa das ofertas feitas a Nossa Senhora ou ao Seu Santuário, patente ao público no edifício da Reitoria do Santuário.

Oitava saída: A imagem voltaria ao Vaticano a 8 de Outubro do ano 2000, para, na presença de 1500 bispos de todo o mundo e de milhares de fiéis e peregrinos, Sua Santidade o Papa João Paulo II, na Praça de S. Pedro, consagrar o novo milénio à Virgem Santíssima, diante desta imagem de Nossa Senhora de Fátima, e em união com todo o episcopado do mundo. “Ó Mãe, que conheces os sofrimentos e as esperanças da Igreja e do mundo, assiste os teus filhos nas provações quotidianas que a vida reserva a cada um e faz com que, graças ao esforço de todos, as trevas não prevaleçam sobre a luz.
A Ti, aurora da salvação, confiamos o nosso caminho no novo Milénio para que, sob a tua guia, todos os homens descubram Cristo, Luz do Mundo e Único Salvador, que reina com o Pai e o Espírito Santo pelos séculos dos séculos. Amem”, refere, no 5.º e último ponto, o texto de consagração.

Nona saída: A imagem da Virgem da Capelinha das Aparições foi levada a Lisboa no dia 12 de Novembro de 2005, ocasião em que a cidade capital de Portugal se consagrou a Nossa Senhora de Fátima. O acto de consagração, após uma procissão de velas com a imagem, na qual, de acordo com as estatisticas oficiais participaram meio milhão de pessoas, foi uma das várias iniciativas que integraram o programa religioso do Congresso Internacional para a Nova Evangelização, que decorreu em Lisboa de 5 a 13 de Novembro.

Nos dias 16 e 17 de Maio de 2009, por ocasião das comemorações do Cinquentenário do Santuário de Cristo Rei, decorreu a décima saída da Imagem Nossa Senhora do Rosário de Fátima entronizada na Capelinha das Aparições, momento em que visitou Lisboa e Almada.
O programa estabelecido, organizado pelo Patriarcado de Lisboa e pela Diocese de Setúbal, pretendeu recordar a deslocação da mesma Imagem, às mesmas cidades, em 17 de Maio de 1959, no momento da inauguração do Monumento a Cristo Rei,  em que Portugal foi consagrado aos Corações de Jesus e de Maria. A celebração Cinquentenário, no dia 17 de Maio, foi presidida pelo Cardeal Saraiva Martins, Enviado Especial do Papa Bento. ../portal/index.php?id=14990 

A décima primeira saída desta Imagem teve lugar em Maio de 2010. A pedido de D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, a Imagem de Nossa Senhora de Fátima foi levada à "Festa da Fé", à cidade de Leiria, de 21 a 23 de Maio. ../portal/index.php?id=41166.

Em  outubro de 2013 realizou-se a décima segunda saída desta Imagem, a terceira a Roma a pedido de um Papa. A Imagem de Nossa Senhora foi o ícone mariano escolhido para representar toda devoção mariano no mundo na Jornada Mariana, que teve lugar no Vaticano e em Roma, a 12 e 13 de outubro. Acompanhada de uma delegação presidia pelo Reitor do Santuário de Fátima a Imagem esteve junto do Papa Francisco nos dois dias. No dia 13, diante da imagem, o Papa entregou a humanidade a Maria. ../portal/index.php?id=66425 

 

 Imagem de Nossa Senhora estudada cientificamente

Apresentação deste Projeto iniciado em junho de 2013



<< voltar  |  imprimir  


(C) Santuário de Fátima