search clock-o download play play-circle-o volume-up image map-marker plus twitter facebook rss envelope linkedin close exclamation-triangle home bars angle-left angle-right share-alt clock-o arrow-up arrow-down2 folder folder-folder-plus folder-open calendar-o angle-down eye refresh

PÁGINA OFICIAL

Santuário de Fátima

Transmissão Online

Escola do Santuário vai refletir sobre o sofrimento e reparação

11 de abril, 2018

2018-04-09_Escola_Santuario_Sofrimento_Liberdade_2.jpg

Escola do Santuário vai refletir sobre o sofrimento e reparação

Terceiro itinerário desta da Escola do Santuário vai aprofundar o sentido do sofrimento e do sacrifício na Mensagem de Fátima e descobrir a reparação como ato livre de participação na compaixão divina.

A reflexão sobre o sentido do sofrimento, do sacrifício e da reparação vai dar o mote ao terceiro itinerário da Escola do Santuário para este ano, agendado para 21 e 22 de abril. No horizonte para a reflexão destes aspetos centrais da Mensagem de Fátima vai estar sempre a liberdade humana, antecipa o diretor do Departamento de Pastoral da Mensagem de Fátima do Santuário (DPMF), padre José Nuno Silva.  

“Ao refletirmos sobre a questão do sofrimento, estamos no âmago da Mensagem de Fátima e das interrogações sobre a condição humana e sobre Deus, porque o sofrimento é o grande lugar onde o humano se põe à prova. Também é no sofrimento que se inscreve a mais radical possibilidade de liberdade, que passa por descobrir o significado do meu sofrimento em favor dos outros, em reparação.”

O encontro de dois dias vai, assim, partir da interrogação deixada por Nossa Senhora aos Pastorinhos na Aparição de 13 de maio de 1917: “Quereis oferecer-vos a Deus... Em ato de reparação?”, para “sublinhar o exercício da liberdade, na descoberta de um sentido redentor para a vida”.

“No início de tudo, em Fátima, está uma resposta livre, de três crianças, a uma interrogação. A partir do momento que elas assumem o sim, assumem este sentido para tudo aquilo que vai acontecer. Olhar a vida dos Pastorinhos é, por isso, perceber um sentido, e aprender um movimento interior que é capaz de redimir as experiências mais difíceis e dolorosas que a vida tem”, explica o diretor do DPMF.

O encontro decorre em três passos, onde o sofrimento é abordado segundo três perspetivas: pessoal, em Cristo, e, na conclusão, conjugando as duas. Durante os dois dias haverá momentos de oração e aprofundamento, com destaque para a “Hora Reparationis”, um momento orante concretizado a partir da contemplação dos vitrais da Basílica Nossa Senhora Rosário de Fátima, com o subsídio de passagens bíblicas, que terá como pano de fundo a reparação e o sacrifício.

Na base de todas os itinerários da Escola do Santuário tem estado o aprofundamento da Mensagem de Fátima. Este não exceção, ao perspetivar o sentido do sofrimento e do sacrifício na espiritualidade da Mensagem de Fátima, através da descoberta da reparação como ato livre de participação pessoal na compaixão divina.

O programa e inscrições para o terceiro itinerário da Escola do Santuário estão disponíveis.

Desde o início desta proposta de aprofundamento da espiritualidade da Mensagem de Fátima, já participaram nos itinerários da Escola do Santuário cerca de duzentas pessoas.