search clock-o download play play-circle-o volume-up image map-marker plus twitter facebook rss envelope linkedin close exclamation-triangle home bars angle-left angle-right share-alt clock-o arrow-up arrow-down2 folder folder-folder-plus folder-open calendar-o angle-down eye

PÁGINA OFICIAL

Santuário de Fátima

Transmissão Online

Reitor do Santuário de Fátima desafia peregrinos a responderem “generosa e prontamente” ao convite de Deus

15 de outubro, 2017

154A4102.jpg

 

Reitor do Santuário de Fátima desafia peregrinos a responderem “generosa e prontamente” ao convite de Deus

Missa dominical no Recinto contou com a participação de 46 grupos provenientes de 16 países

 

O reitor do Santuário de Fátima desafiou esta manhã os peregrinos a responderem “generosa e prontamente” aos sucessivos convites de Deus, imitando os pastorinhos “numa entrega ao seu amor sem condicionalismos”.

A partir da parábola do Evangelho que este domingo é proclamado nas igrejas de todo o mundo, o padre Carlos Cabecinhas, que presidiu à missa dominical no Recinto de Oração, em Fátima, referiu que o essencial do texto evangélico não é o convite que Deus nos faz sempre de forma amorosa e gratuita, mas a qualidade da nossa resposta. E, nesse capítulo, a Mensagem de Fátima “é um desafio” porque nos apresenta “um modelo de entrega” protagonizado pelos pastorinhos.

Perante milhares de peregrinos reunidos na Cova da Iria, entre os quais  46 grupos provenientes de 16 países, o reitor alertou para dois perigos de uma vida cristã rotineira: a indiferença e a indignidade.

“A indiferença é a primeira forma de recusa ao convite de Deus. É a atitude de quem está demasiado ocupado consigo mesmo e centrado nos seus projectos;  demasiado centrado em si para prestar atenção a Deus e aos seus apelos e isto pode acontecer a cada um de nós”, disse o padre Carlos Cabecinhas.

A outra forma de recusa, destacou, é a  indignidade de quem aceita o convite de Deus, adere às suas propostas, recebe o batismo e depois tem uma vida diferente da proposta por Jesus.

“A parábola representa esta advertência: não basta entrarmos na sala do banquete, dizer que somos cristãos e batizados. É preciso um estilo de vida próximo de Jesus” disse o padre Carlos Cabecinhas lembrando que a veste nupcial que somos convidados a vestir, da qual fala o texto do evangelho, “é a de uma vida vivida, em sintonia com a palavra de Deus”.

“É a nossa vida, os nossos valores , atitudes e comportamentos que mostram como aderimos ao convite de Deus”, enfatizou.

No final da celebração foi benzida uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, idêntica à da Capelinha das Aparições, com 70 cm de altura, oferecida pelo Santuário de Fátima ao velejador solitário Gonçalo Diniz.

A imagem será levada até ao Brasil, numa viagem que demorará mais de um mês, através da qual o navegador pretende assinalar, simultaneamente, o Centenário das Aparições de Fátima e os 300 anos da Senhora da Aparecida. 

A partir de Fátima Ricardo Diniz cumprirá o primeiro de seis dias a pé até Peniche, numa peregrinação pessoal de mais de 80 quilómetros que, no final do mês, o levará daquela localidade piscatória do distrito de Leiria até São Salvador da Baía, um percurso de cerca de 6.600 quilómetros, a solo, num veleiro com 20 metros, coberto de flores frescas. 

À chegada a São Salvador da Baía, a imagem de Nossa Senhora será entregue pelo navegador solitário às autoridades eclesiásticas locais. 

 

 


TAGS

CATEGORIAS DE NOTÍCIAS


HORÁRIOS

Missa

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

07h30 - 08h30
Terço

Terço, na Capelinha das Aparições

12h00 - 12h30

PAPA FRANCISCO EM FÁTIMA


LOJA ONLINE


Loja Santuário de Fátima