12 de setembro, 2022

d0241993.jpg

D. José Cordeiro, Arcebispo de Braga, vai presidir à Peregrinação Internacional Aniversária de setembro

Nos serviços do Santuário fizeram-se anunciar 34 grupos de peregrinos, oriundos de 13 países

 

D. José Cordeiro, Arcebispo de Braga, vai presidir à Peregrinação Internacional Aniversária de setembro.

Para esta peregrinação, que assinala a quinta aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, fizeram-se anunciar nos serviços do Santuário 4 grupos de Portugal, um grupo da Alemanha, um grupo da Colômbia, um grupo do Egipto, um grupo da Eslováquia, dois grupos de Espanha, um grupo dos Estados Unidos da América, um grupo da Irlanda, nove grupos de Itália, nove grupos da Polónia, dois grupos do Reino Unido e um grupo das Ilhas Reunião.

D. José Manuel Garcia Cordeiro nasceu a 29 de maio de 1967, em Vila Nova de Seles (Angola), frequentou o Seminário Menor da Diocese de Bragança-Miranda; admitido ao Seminário Maior, seguiu os estudos filosófico-teológicos na sede do Porto da Universidade Católica Portuguesa.

Após receber a Ordenação presbiteral a 16 de junho de 1991, foi incardinado na Diocese de Bragança-Miranda. De 1991 a 1999 foi Pároco, formador no Seminário Diocesano e Capelão do Instituto Politécnico de Bragança. De 1999 a 2001 frequentou o Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, em Roma, obtendo a Licenciatura em Liturgia. Em 2004 obteve o Doutoramento em Liturgia no Ateneu de Santo Anselmo, em Roma. De 2001 a 2005 foi Vice-Reitor do Pontifício Colégio Português, em Roma, e de 2005 a 2011 foi Reitor do mesmo Pontifício Colégio. De 2004 a 2011 foi professor no Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, em Roma. No dia 18 de julho de 2011 foi nomeado Bispo de Bragança-Miranda, recebendo a Ordenação Episcopal a 2 de outubro de 2011. Desde 2016 é membro da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. No âmbito da Conferência Episcopal Portuguesa: desde 2014 é Presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade; desde 2017 é vogal do Conselho Permanente e desde 2018 é delegado aos Congressos Eucarísticos Internacionais. No dia 3 de dezembro de 2021 foi nomeado Arcebispo Metropolita de Braga, tomando posse no dia 12 de fevereiro de 2022.

O programa inicia na tarde de segunda, 12 de setembro, com a procissão eucarística, desde a Basílica da Santíssima Trindade até ao Altar do Recinto de Oração. Segue-se a habitual recitação do Rosário, às 18h30, na Capelinha das Aparições, onde se volta a recitar a oração mariana, às 21h30, num momento que inclui a bênção solene das velas e culmina com a procissão das velas até ao presbitério do Recinto de Oração. Ali, decorrerá uma Celebração da Palavra, que termina com a Procissão do silêncio, seguindo-se, pela madrugada, momentos de adoração eucarística, veneração dos santos Francisco e Jacinta Marto e a oração da Via-sacra.

O dia 13 de setembro começa com a recitação do Rosário, às 9h00, na Capelinha das Aparições, após a qual a Imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima seguirá em procissão até ao altar do Recinto de Oração, onde D. José Cordeiro presidirá à Missa internacional Aniversária de 13 de junho, às 10h00, celebração que inclui o momento de bênção aos doentes e termina com a procissão do adeus.

A transmissão pode ser acompanhada através da Página Oficial do Santuário de Fátima, em https://www.fatima.pt/pt/pages/transmissoes-online ou da Página do Facebook, em https://www.facebook.com/SantuarioFatima/

 

PROGRAMA

Dia 12

07:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

07:30 Missa em alemão, na Capelinha das Aparições

08:30 Missa em inglês, na Capelinha das Aparições

09:00 Missa, na Capela da Morte de Jesus

09:30 Missa em francês, na Capelinha das Aparições

10:30 Missa em espanhol, na Capelinha das Aparições

11:00 Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

11:30 Missa em italiano, na Capelinha das Aparições

12:30 Missa em polaco, na Capelinha das Aparições

12:30 Missa, na Capela da Morte de Jesus

15:00 Missa, na Capela da Morte de Jesus

16:30 Missa com a participação dos doentes, na Basílica da Santíssima Trindade

17:30 Procissão Eucarística, desde a Basílica da Santíssima Trindade até ao Altar do Recinto de Oração

18:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

18:30 Rosário na Capelinha das Aparições

21:30 Bênção solene das velas e Rosário, na Capelinha das Aparições, seguindo-se a procissão das velas

22:30 Celebração da Palavra, no Recinto de Oração

23:00 Procissão do silêncio, no Recinto de Oração

 

Dia 13

Vigília de Oração

00:00 às 01:00 Adoração Eucarística, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

01:00 às 02:00 Veneração dos Santos Francisco e Jacinta Marto, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

02:00 às 03:15 Via-sacra, no Recinto de Oração

03:30 às 04:15 Celebração Mariana, na Capelinha das Aparições

04:30 às 05:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

05:30 às 07:00 Adoração Eucarística, com Laudes do Santíssimo Sacramento, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

07:00 Procissão Eucarística, no Recinto de Oração

09:00 Rosário, na Capelinha das Aparições

10:00 Procissão, missa, bênção dos doentes e procissão do adeus, no Altar do Recinto de Oração

3j3a4278cledited.jpg

Quinta aparição de Nossa Senhora

Local: Cova da Iria

Data: 13 de setembro de 1917

Pessoas presentes: 20000 a 30000

«– Continuem a rezar o Terço a Nossa Senhora do Rosário, todos os dias, [que abrande ela a guerra] para alcançarem o fim da guerra, [que a guerra está para acabar]. Em Outubro virá também Nosso Senhor, Nossa Senhora das Dores e do Carmo, S. José com o Menino Jesus para abençoarem o Mundo. Deus está contente com os vossos sacrifícios, mas não quer que durmais com a corda; trazei-a só durante o dia.
– Têm-me pedido para Lhe pedir muitas coisas: a cura de alguns doentes, dum surdo-mudo.
– Alguns curarei, outros não, [porque Nosso Senhor não quer crer neles]. Em Outubro farei o milagre para que todos acreditem.
[– O povo muito gostava aqui duma capelinha.
– [De] metade do dinheiro que juntaram até hoje façam dois andores e dêem-nos à Senhora do Rosário; a outra metade seja para ajuda da capelinha.
Ofereci-lhe duas cartas e um vidro com água-de-cheiro.
– Deram-me isto, se Vossemecê os quer.
– Isso não é conveniente lá para o Céu.]»

Memórias da Irmã Lúcia I. 14.ª ed. Fátima: Secretariado dos Pastorinhos, 2010, p. 179 (IV Memória); as secções entre parênteses retos constam do interrogatório do pároco, de 15 de setembro de 1917, em Documentação Crítica de Fátima, vol. I. Fátima: Santuário de Fátima, 1992, p. 21-22.

PDF

HORÁRIOS

30 set 2022

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.