08 de maio, 2022

119a4710.jpg

Encontro na Basílica propôs reflexão sobre a mensagem de Fátima como itinerário para viver a Luz de Deus

Encontro contou com um recital de poesia e música, por Sandra Bartolomeu e Sílvio Vicente, respetivamente

 

 

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima acolheu esta tarde de domingo o segundo Encontro na Basílica do presente Ano Pastoral, numa reflexão do padre Renato Pereira sobre a “mensagem de Fátima como itinerário para viver na `luz que é Deus´”.

“Somos luz do mundo. Em Fátima podemos experimentar esta verdade quando a partir da pequena capela, da Capelinha, se estende um mar de luz, que vai iluminando a escuridão” cientes de que “ninguém consegue ser ou viver na luz sozinho; só como povo pascal podemos ser luz ou irradiar a luz comunitariamente” disse o sacerdote da ordem dos carmelitas descalços.

“Deixarmo-nos guiar pela experiência espiritual das três crianças de Fátima- Lúcia, Francisco e Jacinta- é enveredar pelo apelo deixado por Nossa Senhora para que não ofendêssemos mais a Deus e para  correspondermos ao amor de Deus que é luz,  e a caminhar na luz que é Ele mesmo” disse o sacerdote açoriano.

O padre Renato Pereira percorreu a experiência mística dos três Pastorinhos desde as aparições do Anjo às de Nossa Senhora para sublinhar a sua vocação cristã, que com elas “foi atualizada”, tal como deve ser com cada um de nós.

“Ao aproximarmo-nos da sua experiência, como se pretende neste encontro, descobrimos um itinerário mediante o qual a `Senhora mais brilhante que o sol´ conduz as crianças de Fátima até à “luz que é Deus””.

Tal itinerário “não é resultado de uma sequência de experiências fugazes, mas da ação da graça de Deus que as vai transformando para viverem na Luz”.

A resposta de Lúcia, de Francisco e de Jacinta à iniciativa de Deus, através da Virgem Maria, “inspira quem ouve hoje a mensagem de Fátima e deseja, como eles, viver em Deus” concluiu salientando como através da oração, da adoração, do sacrifício e das boas obras a luz de Deus pode entrar nos lugares mais elementares e insignificantes da vida humana como aconteceu com Francisco, Jacinta e Lúcia.

119a4804.jpg

Seguiu-se um recital com Sandra Bartolomeu, sobre música improvisada de Sílvio Vicente, intitulado Triptico Poético-Literário, que propôs um diálogo entre a música e a poesia com excertos adaptados a partir de textos de Agostinho de Hipona, Cardeal Henry Newman, Frei Agostinho da Cruz, Irmã Lúcia e Daniel Faria.

Renato Pereira é padre carmelita descalço. Nasceu em 1992, na ilha Terceira (Açores). Começou a sua vida religiosa na Ordem dos Carmelitas Descalços em 2010 e foi ordenado presbítero em 2021. Ao longo do seu percurso formativo, fez os seus estudos teológicos em Salamanca e em Madrid, concluindo o Mestrado Integrado em Teologia na Universidade Católica Portuguesa.

Sílvio Vicente é organista do Santuário de Fátima, desde 2009, compositor e diretor artístico do ensemble vocal profissional Auri Voces, desde 2012. É Mestre em Música pelo Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, onde defendeu a dissertação Louis Vierne – Do estudo da narrativa musical à performance do seu legado para Órgão, sob a orientação científica de António Mota. Além da vertente técnica, interpretação e improvisação neste instrumento, estudou também Composição com Isabel Soveral e Direção Coral e de Orquestra com António Vassalo Lourenço. Paralelamente à sua atividade de organista, é também compositor e maestro.

Sandra da Silva Bartolomeu é Serva de Nossa Senhora de Fátima desde 2013. É formada em Artes-Plásticas, Ciências Religiosas e em Ensino em ambas as áreas, na última das quais, aprofundou as possibilidades da arte enquanto caminho cultural e mistagógico de acesso ao religioso. Desenvolveu diferentes trabalhos pastorais, nomeadamente no âmbito da educação, da catequese e da pastoral juvenil e vocacional. Atualmente, colabora no Serviço Diocesano da Juventude de Leiria-Fátima e, desde 2018, trabalha no Santuário de Fátima, no Departamento de Acolhimento e Pastoral.

Para este ano estão previstos mais três Encontros na Basílica: a 5 de junho; a 4 de setembro e a 6 de novembro.

PDF

HORÁRIOS

23 mai 2022

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.