24 de maio, 2020

3J3A7929.JPG

Reitor do Santuário de Fátima considera que celebrar a Ascensão do Senhor “é certeza da presença de Jesus Cristo no meio de nós”

Pe. Carlos Cabecinhas presidiu à missa dominical no dia em que a Igreja Católica celebra o 54.º Dia Mundial das Comunicações Sociais

 

 

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima ainda sem a presença física de peregrinos, devido às medidas para evitar a propagação da pandemia da Covid-19, acolheu esta manhã a eucaristia dominical presidida pelo reitor do Santuário, Pe. Carlos Cabecinhas.

“Celebrar a Ascensão do Senhor ao céu é celebrar a certeza da presença de Jesus Cristo no meio de nós”, considera o sacerdote, refletindo sobre a liturgia deste Domingo VII da Páscoa. Esta afirmação parece “paradoxal”, e que numa primeira ideia pode significar um “afastamento” pela ausência física de Jesus, uma vez que não é possível “ver ou encontrar, no entanto é uma ausência apenas aparente, que não significa afastamento, pelo contrário, Jesus permanece connosco, presente na nossa vida”.

“Esta é uma presença que permanece, que não enfraquece, pois significa uma outra forma de proximidade”, disse o reitor do Santuário, referindo-se ainda à Ascensão de Jesus como um “convite a celebrar e a procurar Jesus Cristo, que quer vir ao nosso encontro”.

“É esta a nossa identidade Cristã, encontrar Jesus próximo nas nossas vidas”, acrescentou lembrando as várias formas como é possível encontrar Jesus, como “na palavra proclamada, nos outros, nos acontecimentos da nossa vida e a partir do próximo domingo experimentaremos novamente na comunidade reunida”.

Recorde-se que o Santuário decidiu de forma responsável suspender todas as celebrações litúrgicas comunitárias, a 14 de março, assumindo como prioridade a segurança e saúde dos peregrinos e dos seus colaboradores. Medidas preventivas e de contenção têm vindo a ser adotadas pelo Santuário já desde 24 de fevereiro, com a suspensão ou adiamento de várias atividades e peregrinações, a última das quais, a Peregrinação Internacional Aniversária de 13 de maio. Em harmonia com o calendário estabelecido pelas autoridades serão retomadas as celebrações comunitárias a partir de sábado, dia 30 de maio.

“Jesus Cristo não se afastou, está ainda mais próximo de nós e da nossa vida”, afirmou o Pe. Carlos Cabecinhas, desafiando os peregrinos que através dos meios de comunicação social e digital assistiam a esta celebração a “procurar esta experiência de encontro e deixar que Jesus abra novos horizontes de esperança”.

O reitor interpelou ainda para a importância de “não se deixar aprisionar no provisório, onde o medo possa condicionar os nossos movimentos, e as dificuldades do nosso dia-a-dia possam tolher os nossos horizontes”, isto porque a “Ascensão diz que a nossa vocação é o céu e por isso nada nos deve atemorizar e isso lança luz sobre as dificuldades do momento presente, ajuda-nos a encara-las com outros olhos”.

“Nos Santos Pastorinhos encontramos o testemunho deste encontro com Cristo nas suas vidas, e o desejo de estar com Ele e desfrutar da Sua presença”, concluiu.

No dia em que a Igreja Católica celebra o 54.º Dia Mundial das Comunicações Sociais, esta celebração foi transmitida pelos meios de comunicação social e digital.

PDF

HORÁRIOS

25 out 2020

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.