27 de maio, 2022

img2022052717462672-copia.jpg

 “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual” foi distinguida pela Associação Portuguesa de Museologia com o prémio Exposição Temporária

Este é o terceiro prémio que uma iniciativa do Museu de Fátima recebe da Associação Portuguesa de Museologia

 

A Associação Portuguesa de Museologia – APOM – distinguiu esta tarde, em Lisboa, a exposição temporária “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual”.

O prémio `Exposição Temporária´ hoje atribuído é o terceiro prémio concedido a iniciativas promovidas pelo Museu do Santuário de Fátima nos últimos três anos, depois do prémio de melhor catálogo relativo à exposição temporária comemorativa do centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima, “Vestida de Branco”, em 2021 e do prémio Intervenção e Restauro 2020 pelo trabalho realizado no restauro do manto da Rainha D. Amélia, peça que esteve exposta na exposição temporária “Vestida de Branco”, durante 2019.

A exposição temporária do Santuário de Fátima: “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual” abriu as portas a 2 de dezembro de 2020, num tempo de pandemia procurando convocar toda a humanidade a refletir sobre a sua própria condição, onde os temas da morte e da vida são apresentados como momentos luminosos da peregrinação do Homem no mundo.

A partir do acontecimento e da Mensagem que Nossa Senhora deixou na Cova da Iria, a exposição conta a história de Fátima nos vários rostos que a fizeram e cuja identidade conduzirá à esperança, numa época marcada pela insegurança, em que a necessidade do uso de máscaras tapou os rostos humanos. Através do relato das ações concretas dos protagonistas de Fátima, é dado a conhecer o trabalho e o compromisso que eles assumiram na divulgação da Mensagem que a Virgem de Fátima deixou aos Pastorinhos.

2020-11-17_Noticia_EXPO_Rostos_de_Fatima_2.jpg

A exposição pode ser visitada diariamente, com a orientação de uma equipa de guias.

Além destas visitas guiadas, na primeira quarta-feira de cada mês, o Santuário dinamiza também uma visita temática à mesma exposição. Neste âmbito, estão previstas ainda cinco visitas: a 1 de junho, com o tema "Os rostos dos Pastorinhos de Fátima na fotografia e na arte", por Marco Daniel Duarte; a 6 de julho com o tema "O rosto de Cristo cantado pela Verónica e por outros cantos da tradição popular", pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo do Paul, Covilhã; a 3 de agosto com o tema "Voz da Fátima, rosto do Santuário da Cova da Iria", por Carmo Rodeia; a 7 de setembro, com o tema "A Virgem Peregrina, rosto de Fátima no mundo", por Sónia Vazão; e a 5 de outubro, com o tema "Museologia, rosto da relação com o sagrado", por  Maria Isabel Roque.

As peças expostas pertencem, na sua maioria, ao espólio do Santuário de Fátima, havendo também peças dos Museus do Azulejo, de Aveiro e da Póvoa do Varzim, para além de arquivos e bibliotecas privadas.

A exposição estará patente até 15 de outubro de 2022 e poderá ser visitada gratuitamente no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

PDF

HORÁRIOS

13 jul 2024

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 09h00
Terço

Missa, no Recinto de Oração

  • 10h00
Missa
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.