27 de maio, 2022

img2022052717462672-copia.jpg

 “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual” foi distinguida pela Associação Portuguesa de Museologia com o prémio Exposição Temporária

Este é o terceiro prémio que uma iniciativa do Museu de Fátima recebe da Associação Portuguesa de Museologia

 

A Associação Portuguesa de Museologia – APOM – distinguiu esta tarde, em Lisboa, a exposição temporária “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual”.

O prémio `Exposição Temporária´ hoje atribuído é o terceiro prémio concedido a iniciativas promovidas pelo Museu do Santuário de Fátima nos últimos três anos, depois do prémio de melhor catálogo relativo à exposição temporária comemorativa do centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima, “Vestida de Branco”, em 2021 e do prémio Intervenção e Restauro 2020 pelo trabalho realizado no restauro do manto da Rainha D. Amélia, peça que esteve exposta na exposição temporária “Vestida de Branco”, durante 2019.

A exposição temporária do Santuário de Fátima: “Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual” abriu as portas a 2 de dezembro de 2020, num tempo de pandemia procurando convocar toda a humanidade a refletir sobre a sua própria condição, onde os temas da morte e da vida são apresentados como momentos luminosos da peregrinação do Homem no mundo.

A partir do acontecimento e da Mensagem que Nossa Senhora deixou na Cova da Iria, a exposição conta a história de Fátima nos vários rostos que a fizeram e cuja identidade conduzirá à esperança, numa época marcada pela insegurança, em que a necessidade do uso de máscaras tapou os rostos humanos. Através do relato das ações concretas dos protagonistas de Fátima, é dado a conhecer o trabalho e o compromisso que eles assumiram na divulgação da Mensagem que a Virgem de Fátima deixou aos Pastorinhos.

2020-11-17_Noticia_EXPO_Rostos_de_Fatima_2.jpg

A exposição pode ser visitada diariamente, com a orientação de uma equipa de guias.

Além destas visitas guiadas, na primeira quarta-feira de cada mês, o Santuário dinamiza também uma visita temática à mesma exposição. Neste âmbito, estão previstas ainda cinco visitas: a 1 de junho, com o tema "Os rostos dos Pastorinhos de Fátima na fotografia e na arte", por Marco Daniel Duarte; a 6 de julho com o tema "O rosto de Cristo cantado pela Verónica e por outros cantos da tradição popular", pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo do Paul, Covilhã; a 3 de agosto com o tema "Voz da Fátima, rosto do Santuário da Cova da Iria", por Carmo Rodeia; a 7 de setembro, com o tema "A Virgem Peregrina, rosto de Fátima no mundo", por Sónia Vazão; e a 5 de outubro, com o tema "Museologia, rosto da relação com o sagrado", por  Maria Isabel Roque.

As peças expostas pertencem, na sua maioria, ao espólio do Santuário de Fátima, havendo também peças dos Museus do Azulejo, de Aveiro e da Póvoa do Varzim, para além de arquivos e bibliotecas privadas.

A exposição estará patente até 15 de outubro de 2022 e poderá ser visitada gratuitamente no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

PDF

HORÁRIOS

18 ago 2022

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 18h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.