20 de maio, 2021

2021-05-20_Encontros_da_Basilica_2.jpg

Encontros na Basílica vão refletir sobre a fragilidade e a esperança

Contexto pandémico obrigou a um reagendamento do programa. Primeiro encontro acontece a 6 de junho, às 15h30 e terá como orador o padre Ricardo Freire.

 

O programa da edição deste ano pastoral dos Encontros na Basílica foi reagendado para o segundo semestre deste ano, devido aos contrangimentos provocados pelo Estado de Emergência que esteve em vigor no país até ao início deste mês de maio. Assim, o primeiro encontro acontece já no próximo dia 6 de junho, às 15h30, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, onde o padre Ricardo Freire abordará o tema “’Jovem, eu te digo, levanta-te’: o Deus que levanta os fracos e dá a vida”. No habitual momento musical, o organista Gregório Gomes interpretará obras de Charles-Marie Widor.

Este momento formativo terá como partida o cortejo fúnebre de Naim, narrado no Evangelho segundo São Lucas, que, “de forma surpreendente” se vai tornar um momento de alegria, pela "presença de Jesus, o seu encontro com a realidade dramática da humanidade e sobretudo os seus gestos de palavra e toque transformam a tristeza em alegria". “Os olhos de todos concentram-se em Jesus, e reconhecem-no como ‘um grande profeta’ (Lc 7,16), mas sobretudo como Aquele que dá corpo visível à fé de Israel. Hoje esta realidade tem ainda força? Quem são os fracos que Jesus levanta? Em que circunstâncias?”, interroga o palestrante, na sinopse de apresentação do encontro.

O padre Ricardo Freire é membro da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos) desde 1998, tendo sido ordenado presbítero em 2006. É licenciado em Sagrada Escritura pelo Instituto Bíblico Pontifício de Roma. No campo da formação bíblica, tem prestado a sua colaboração nas escolas da Universidade Católica Portuguesa, bem como na Escola de Leigos do Patriarcado de Lisboa e no Curso de Inter-Noviciados, em Fátima. Na sua Congregação, é membro da equipa formadora do Seminário de Nossa Senhora de Fátima (Alfragide), onde se formam jovens religiosos provenientes de Portugal, Camarões e Moçambique. É também pároco de São José do Bairro da Boavista (Lisboa).

Depois da palestra, segue-se um recital pelo organista Gregório Gomes, que apresentará três momentos da obra do compositor Charles-Marie Widor: “Bach’s Memento” – uma transcrição/arranjo para órgão sinfónico de seis obras para tecla de J. S. Bach, compositor que foi influência maior para Widor. O momento musical terminará com um improviso de Gregório Gomes.

Gregório Gomes é organista na Sé Catedral do Porto, desde novembro de 2017, colaborando também na Sé Catedral de Braga, nas Igrejas do Pópulo e de São Vicente, no Santuário do Sameiro e noutras paróquias das dioceses de Braga e Porto. É membro fundador da Associação de Música Sacra de Braga, vice-presidente e professor de Piano, Órgão e Harmonia na mesma Instituição. Licenciado em Cravo pela Universidade do Minho, frequenta o último ano do Mestrado em Órgão – Performance, na Universidade de Aveiro, sob orientação do professor António Mota.

Restantes quatro encontros realizam-se até novembro

A agenda dos Encontros na Basílica prossegue a 11 de julho, com a palestra “Atravessar o sofrimento com(o) Francisco e Jacinta” pela irmã Ângela Coelho Asm e recital da organista Rute Martins. A 5 de setembro, o sacerdote de Leiria-Fátima Rui Ruivo abordará o tema “O caminho que te conduzirá até Deus»: o encontro com Deus como experiência de conversão”, num encontro que terminará com um recital do organista Davide Barros. O capelão do Santuário de Fátima, padre José Nuno Silva, falará sobre “A fragilidade como lugar teológico e espiritual” no dia 3 de outubro, dia em que o recital estará a cargo do organista António Mota. O último encontro deste ano pastoral está agendado para 7 de novembro e contará com o recital do organista Sílvio Vicente e com a palestra do diretor do Departamento para o Acolhimento de Peregrinos do Santuário de Fátima, André Pereira, que perspetivará Fátima como acontecimento, lugar e mensagem de esperança.

Os Encontros na Basílica são uma proposta dinamizada pelo Santuário de Fátima desde 2018, que, a cada ano, aprofunda, em cinco encontros, o tema pastoral em vigor.

As conferências decorrem sob as regras de segurança definidas pelo Santuário de Fátima, em consonância com as autoridades de saúde, para este contexto pandémico.

 

PDF

HORÁRIOS

25 set 2021

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 10h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.