06 de novembro, 2022

119a6277.jpg

Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima acolheu esta tarde o quinto e último Encontro na Basílica deste ano pastoral

Esta iniciativa teve como mote “O testemunho cristão a partir de Fátima”

 

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima acolheu esta tarde o quinto e último Encontro na Basílica deste ano pastoral, conduzido por Cátia Inês, responsável pela Equipa Nacional dos Pequenos Mensageiros do Movimento da Mensagem de Fátima.

Esta iniciativa teve como mote “O testemunho cristão a partir de Fátima” e aconteceu no âmbito de uma proposta formativa integrada no ano pastoral que tem como tema “Levanta-te, És testemunha do que viste”.

Esta jovem mensageira falou da sua experiência familiar e da importância que este percurso teve para o incremento e vivencia da fé.

“Recordo-me de elevar o meu pensamento a Maria, no silêncio do meu quarto, queria dizer-lhe sim como os Pastorinhos, mas era um sim frágil e inseguro”, contou, lembrando os “pequeninos sim ’s”, que foram sendo dados para a integração de vários grupos, nomeadamente grupos de catequese e também nas dinâmicas do Movimento da Mensagem de Fátima, onde é responsável pela Equipa Nacional dos Pequenos Mensageiros.

“Ser testemunha de Fátima é testemunhar a maravilhas que aqui aconteceram e acontecem, e reconhecer Nossa senhora como mestra que aponta a Jesus”, reiterou, lembrando as palavras do Papa Francisco em Fátima, em maio de 2017.

“Num tempo em que o mundo privilegia o imediato e o descartável, Nossa Senhora lembra que precisamos ser persistentes, pacientes, e consistentes, porque as graças acontecem no tempo de Deus e não no nosso tempo, que por vezes é precipitado”, considera Cátia Inês.

Cada um de nós “peregrina a seu jeito, e eu tive a graça de poder peregrinar lado a lado com peregrinos, que como eu desejavam chegar ao colo da mãe, fazer caminho, rezar cada passo, na esperança de que Maria nos acolhesse em seu regaço”, recordou.

“Na Mensagem de Fátima encontro dicas preciosas que me ajudam a viver os mistérios de Deus”, disse, lembrando as aparições do Anjo em 1916, e de Nossa Senhora em 1917.

Num mundo em constante mudança e conflitos, “Nossa Senhora mostra-nos que a Luz de Deus é capaz de iluminar a escuridão da Humanidade, mas para isso é preciso que haja propósito de emenda e reparação, ela é o sinal de esperança para todos os tempos e o reflexo do Amor de Deus”, considera, evocando Lúcia de Jesus, que “foi e é hoje ainda um grande testemunho, é a grande testemunha da Mensagem de Fátima”.

Os Pastorinhos de Fátima “foram testemunhas deste grande amor, e também nós, se nos deixarmos olhar por Deus, como eles fizeram, seremos testemunhas da Sua presença na nossa vida”, concluiu.

Cátia Inês, nasceu em 1988 em Castelo Branco, no seio de uma família cristã, e fez o percurso catequético na paróquia de Nossa Senhora de Fátima. Após o Crisma, por vontade de seguir a Jesus Cristo, foi catequista da 1.ª infância. Em 2007, conheceu o Movimento da Mensagem de Fátima, no Grupo de Jovens, em reuniões paroquiais, orientadas pelo Diác. Alves, fiel mensageiro e fomentador de crescimento e aprofundamento espiritual. Colaborou na formação de jovens na diocese e integrou a Equipa Nacional do Setor Juvenil. Na catequese apresentava a Mensagem de Fátima e dinamizava momentos de Adoração Eucarística. Assumiu o Setor dos Pequenos Mensageiros na sua diocese, em 2012, e, em 2017, a Equipa Nacional dos Pequenos Mensageiros: um desafiante ‘sim’ pautado pela interpelação de Cristo «Deixai vir a mim as criancinhas» (Mt 19, 14).

O quinto Encontro na Basílica terminou com um momento musical e poético a cargo de David Barros, Sílvio Vicente e André Pereira.

 

PDF

HORÁRIOS

07 dez 2022

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.