02 de junho, 2018

encontro3banner.jpg

Basílica de Nossa Senhora do Rosário vai acolher o terceiro “Encontros na Basílica”

Iniciativa está agendada para amanhã, dia 3 de junho, sobre o tema “Graça e Misericórdia: as aparições de Pontevedra e Tuy”

 

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário vai acolher, no domingo 3 de junho, pelas 15h30, o terceiro de cinco “Encontros na Basílica”, agendados até novembro de 2018. O tema escolhido é “Graça e Misericórdia: as aparições de Pontevedra e Tuy”, e terá como conferencista André Pereira. 

Para o orador, “o acontecimento de Fátima transborda as fronteiras da Cova da Iria e tem em Pontevedra e em Tuy a sua palavra conclusiva, qual chave-de-leitura à luz da qual todo o evento se ilumina”.

“A epifania que se dá em Fátima brota do «coração misericordioso» de um Deus compadecido com os dramas de uma humanidade dorida”, considera André Pereira.

“Os «desígnios de misericórdia» que o anjo evocara em 1916 encontram agora pleno eco, ao encerrar-se o acontecimento, na definitiva afirmação de que é a graça do amor misericordioso de Deus que garante horizontes de vida plena, recriada segundo o seu coração”, diz o conferencista que afirma ainda que “É para esta esperança de redenção, sustentada pelo amor de Deus do qual o coração-cheio-de-graça da Senhora é ícone, que somos convidados a orientar o olhar e a vida.”

André Pereira é secretário executivo do Gabinete de Apoio à Reitoria do Santuário de Fátima, instituição a que pertence desde junho de 2015, quando integrou a Comissão Organizadora do Centenário das Aparições de Fátima e o Serviço Executivo do Centenário. Fez a sua formação teológica na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, desenvolvendo particular interesse pelos âmbitos de reflexão da teologia fundamental. Tem situado o pensamento e o estudo no horizonte hermenêutico-teológico do acontecimento e da mensagem de Fátima. É docente do Centro de Cultura e Formação Cristã da diocese de Leiria-Fátima.

Este encontro inclui ainda um momento musical, que estará a cargo do Grupo Coral Sol Nascente, sob a direção de Vianey da Cruz.

O Grupo Coral Sol Nascente foi fundado em novembro de 1980, na Cruz Quebrada, Oeiras, tendo como fim elevar o nível cultural, coral e artístico, dos elementos que o integram. São inúmeras as suas atuações no país, em que ressaltam: Encontros de Coros da Área de Lisboa, Encerramento da XVII Exposição Europeia de Arte e Cultura, XI Festival de música da Costa de Estoril. Fora do país, participou em festivais de coros no País de Gales e em Alava, no País Basco. Cantou na Escola Superior de Música de Viena, na Áustria, na Universidade Pontifícia de Salamanca, em Espanha; obteve Medalha de Bronze na categoria de Coros Juvenis, no Encontro Internacional de Coros de Cleveland, na Inglaterra, em 1988, e teve a honra de ser o Coro convidado, em 1991, no IV Congresso Mundial dos Maestros de Música Sacra, em Roma. Em 1992, participou em Espanha no XI Festival Internacional de Alava e no IX Ciclo de Concertos de Natal em Burgos. Em 1996, obteve a Medalha de Ouro, entre os coros femininos, no Concurso Internacional de Coros (Giovanni Pierluigi da Palestrina), no 3.º milénio da fundação de Jerusalém (Israel). Em 1999, realizou vários concertos de Natal, em Brisbane, na Austrália. Em 2001 participou no XX Festival Internacional de Coros de Alava, em Espanha; em 2003 no Festival Internacional de Coros de Alta, Pusteria (Itália) e em 2006 obteve Grau Prata no IX Concurso de Riva del Garda, em Itália.

Vianey da Cruz é um dos fundadores e maestro do Grupo Coral Sol Nascente. Estudou no Centro de Estudos Gregorianos e no Instituto Gregoriano de Lisboa. Tem-se dedicado ao estudo, pesquisa e divulgação da técnica vocal tanto para crianças como para jovens e adultos Foi professor de Técnica Vocal nos Cursos de Direção Coral e Técnica Vocal de Sines e de Vila Franca de Xira. Atualmente é professor de Técnica Vocal na Escola Diocesana de Música Sacra de Lisboa, nas Semanas de Estudos Gregorianos e nos Ciclos de Música Sacra de Bragança. Está associado a todos os méritos do Grupo Coral Sol Nascente.

O Santuário parte do tema anual, "Dar graças pelo dom de Fátima", propondo aos peregrinos uma atitude de ação de graças pelo dom que Fátima representa para a Igreja e para o mundo, bem como o aprofundamento da mensagem deste acontecimento centenário e da vitalidade pastoral renovada no âmbito do jubileu. O objetivo é avivar a consciência de que Fátima é dom para a contemporaneidade.

O I Encontro realizou-se a 14 de janeiro, com o tema “Memória e Gratidão: atitudes crentes” e a cargo do padre Joaquim Ganhão, coordenador da Comissão de Liturgia para a visita do Papa Francisco a Fátima. O momento musical teve como protagonistas o grupo “Cantus Novus Ensemble”, sob a direção de António Lourenço Menezes

O II Encontro na Basílica realizou-se a 11 de março, com a palestra “O reconhecimento eclesial das aparições de Fátima”, pelo padre João Paulo Quelhas, capelão do Santuário de Fátima. O momento musical foi com Eva Braga Simões, Hugo Sanchez e Carmina Repas Gonçalves.

O IV Encontro na Basílica tem lugar a 9 de setembro e será sobre “A Mensagem dos Papas em Fátima”, por Eduardo Caseiro. O organista leiriense João Santos será o responsável pelo apontamento musical.

O V Encontro na Basílica decorrerá a 11 de novembro e será subordinado ao tema “A imagem peregrina e o seu papel no anúncio da mensagem”, por Marco Daniel Duarte. O momento musical será com o Coro Polifónico Eborae Musica, sob a direção de Eduardo Martins.

 

 

PDF

HORÁRIOS

21 set 2019

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 11h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.