30 de junho, 2024

img0764.jpg

Com os Pastorinhos, aprendemos a “vencer a indiferença diante do sofrimento dos outros”

Padre Carlos Cabecinhas presidiu à missa dominical no Recinto de Oração do Santuário de Fátima

 

O padre Carlos Cabecinhas presidiu à missa dominical no Recinto de Oração do Santuário de Fátima. O Reitor do Santuário de Fátima, na homilia deste domingo, explicou que não é apenas a doença, nossa ou daqueles que nos são próximos, que é fonte de sofrimento, “é também a consciência da nossa fragilidade e da nossa impotência diante do sofrimento e quando não se vislumbram caminhos de solução, de redenção, o horizonte de esperança desvanece-se e a vida parece perder o sentido”.

“A resposta de Deus surge pela mão de Jesus, que vem ao nosso encontro trazendo cura, alívio e sentido”, lembrou o sacerdote.

A primeira leitura, “assegura que Deus não é a origem do sofrimento, pelo contrário, Ele está a nosso lado no sofrimento, para nos ajudar a superá-lo”.  

“Mas a exortação à fé e à confiança também nos compromete a outro nível, experimentar a presença salvífica de Deus na nossa vida é apelo a vencermos a indiferença diante do sofrimento dos que nos cercam e a levarmos, também nós, alívio e ajuda”, assegurou o padre Carlos Cabecinhas.

Nas aparições de Nossa Senhora em Fátima, “a atenção de Deus ao sofrimento humano esteve sempre presente, quer se tratasse dos horrores da guerra, quer se tratasse de doenças que afligiam as pessoas”. As aparições de Fátima “são expressão da atenção de Deus à nossa fragilidade e da misericórdia de Deus para connosco, e em muitas ocasiões, os Pastorinhos foram intermediários das súplicas dos que os procuravam; foram presença sensível dessa misericórdia divina”.

“Os pequenos Videntes fizeram a experiência da presença de Deus a seu lado no sofrimento que tiveram de atravessar, mas impressiona que o seu próprio sofrimento nunca os tenha impedido de estarem atentos aos outros e às suas necessidades”, considerou, lembrando que com os Pastorinhos “aprendemos também nós a vencer a indiferença diante do sofrimento dos outros”.

Esta celebração teve transmissão nos meios digitais do Santuário de Fátima.

PDF

HORÁRIOS

20 jul 2024

Rosário, na Capelinha das Aparições, e procissão das velas, no Recinto de Oração

  • 21h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.