13 de julho, 2016

IMG_9440.jpg

 

Coração Imaculado de Maria “é garantia de que a última palavra é o triunfo da paz sobre a guerra” 

Bispo de Leiria-Fátima sublinha importância desta mensagem como “uma promessa de consolação e de esperança”

O bispo de Leiria-Fátima afirmou esta manhã que o triunfo do Coração Imaculado de Maria “é para nós a garantia na terra” que a última palavra será sempre a da paz e a da vida.

“Hoje evocamos uma promessa de consolação, de esperança e de coragem que Nossa Senhora deixou: <<Por fim o Meu Coração imaculado triunfará>>. O Coração Imaculado de Maria é para nós a garantia na terra de que a última palavra é o triunfo da vida sobre a morte e da paz sobre a guerra”, afirmou D. António Marto no final da Missa, que concelebrou, nesta peregrinação internacional aniversária, que assinala a terceira aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos.

Dirigindo-se particularmente às crianças, cuja presença foi “significativa” nesta peregrinação e aos doentes, o prelado lembrou as palavras do presidente, D. Nuno Almeida, para reforçar a mensagem de que é preciso que os “homens se deixem tocar pela luz de Cristo que ilumina a mente, o coração, o olhar e o agir”.

Este foi, de resto o tema central da homília proferida pelo bispo auxiliar de Braga esta manhã na missa no recinto.

Durante a homilia, D. Nuno Almeida salientou que todas as aparições marianas em Fátima tiveram como base “guiar a humanidade nos caminhos da paz e do bem”.

Um desígnio que “infelizmente” continua por cumprir, num mundo marcado pela guerra, pela violência e pelos atentados à dignidade e à liberdade humana, lamentou o prelado.

“O agir humano, quando tende a promover a dignidade e a vocação integral da pessoa, a qualidade das suas condições de existência, o encontro e a solidariedade dos povos e das nações, é conforme ao desígnio de Deus, que nunca deixa de mostrar o seu amor e a sua providência para com os seus filhos”, sublinhou o prelado.

Todos os homens foram feitos para viver em “fraternidade e igualdade, independentemente da sua nação, sexo, origem, cultura, classe ou religião”, acrescentou D. Nuno Almeida, convidando as pessoas a refletirem sobre a abordagem que o Papa Francisco faz à sociedade, na sua encíclica “A Alegria do Evangelho”.

Numa celebração que voltou a trazer milhares de peregrinos ao Santuário de Fátima, D. Nuno Almeida destacou ainda o conflito na Síria e desafiou os cristãos portugueses a serem solidários com a Cáritas e todas as organizações de ajuda humanitária para que possam realizar o seu trabalho junto deste povo.

A peregrinação internacional aniversária de julho recorda todos os anos a terceira aparição de Nossa Senhora na Cova da Iria e teve este ano como tema ‘Em Vós está a fonte da vida’.

PDF

HORÁRIOS

22 out 2021

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.