27 de janeiro, 2018

3J3A9223.jpg

 

`Escola do Santuário´ estreia em Fátima com 45 participantes

Iniciativa visa desenvolver e aprofundar a experiência de relação com Deus

 

O Santuário de Fátima iniciou hoje o projeto ‘Escola do Santuário' com a proposta de um itinerário dedicado às questões levantadas pelo Papa em maio de 2017, por ocasião da sua visita à Cova da Iria.

O primeiro itinerário, de um conjunto de quatro, é realizado a partir da pergunta ‘Nossa Senhora de Fátima - Qual Maria?', e tem como objetivo aprofundar as interrogações deixadas por Francisco na Capelinha das Aparições, para “corrigir” alguns desvios da devoção mariana e descobrir Maria como ‘uma Mestra da vida espiritual'.

“Cada participante é chamado a interrogar-se sobre a forma como se relaciona com Maria, mãe de Deus, mestra de vida espiritual, cruzando as interrogações do Papa com a mensagem de Fátima” afirma o diretor do Departamento de Pastoral da Mensagem de Fátima do Santuário, Pe. José Nuno Silva.

“Seria trágico não tirar consequências das palavras do Papa e ficarmos apenas com a memória de uma festa”, explicita.

O objetivo é que quem participa nestes encontros possa ser “mais capaz de viver uma espiritualidade cristã e eclesial, a partir das coordenadas que a mensagem de Fátima oferece”, integrando a doutrina e partindo das muitas experiências que o local oferece.

O sacerdote exemplifica com a proposta de lectio divina a partir dos vitrais da Basílica de Nossa Senhora do Rosário e que hoje levará os 45 participantes na `Escola do Santuário´ a percorrer as galerias desta Basílica, numa designada Via Mariae, com cinco estações: a Anunciação, a Visitação, a Apresentação no Templo, as Bodas de Canã e Maria junto à Cruz.

“Mais do que conhecimentos teológicos e doutrinais, pretendemos oferecer a vivência da espiritualidade de Fátima”, acrescenta o Pe. José Nuno Silva.

“O santuário é um espaço para a experiência de Deus. Cada itinerário inclui a integração dos diferentes espaços, incorpora os seus elementos artísticos, para que cada proposta seja uma verdadeira presença de Deus através das suas muitas formas de manifestação, inclusive da beleza”, afirma o sacerdote.

Vão ainda ser apresentados outros itinerários sobre “aspetos mais específicos como o sofrimento e o sacrifício”.

“Em Fátima convergem as múltiplas formas de fragilidade humana. Há que estar atento e acolher estas experiências dolorosas do sofrimento humano”, disse o Pe. José Nuno Silva.

Assim, em março, nos dias 17 e 18, será proposto um itinerário de aprofundamento das dimensões trinitária e eucarística da mensagem de Fátima, sobre o tema genérico "Trindade e Eucaristia, adoração e solidariedade". Nos dias 21 e 22 de abril, a ‘Escola do Santuário' debruçar-se-á sobre o "Sofrimento e liberdade, sacrifício e reparação". O último itinerário, de uma semana, a realizar entre 21 e 27 de maio, terá como tema "O Rosário, itinerário evangélico de vida teologal", que aprofundará o significado da oração do Rosário.

Ainda no mês de março, de 05 a 08, de 12 a 15 e de 19 a 22, serão propostas três edições de um itinerário dirigido a pessoas com mais de 65 anos.

“Há um novo grupo social, as pessoas que se aposentam estando no pleno uso das suas capacidades e com vontade de progredir espiritualmente. A elas queremos oferecer o que a mensagem e Fátima tem para lhe oferecer nesta nova etapa”.

A formação é uma “tradição” do Santuário de Fátima e esta escola “não esquece essa riqueza” que, sublinha, teve o seu expoente nos cursos da mensagem de Fátima dos quais é tributária.

O sacerdote lembra que o Centenário foi ocasião para perceber que se poderia “ir mais longe e avançar no modelo de formação, assumindo mais profundamente a dimensão de vivência espiritual”.

A ‘Escola do Santuário' tem por missão "aprofundar e descobrir a Mensagem de Fátima e a sua espiritualidade promovendo a iniciação, o crescimento e o amadurecimento espiritual a partir da Mensagem; o reconhecimento da eclesialidade da Mensagem e da sua relevância pastoral. bem como a leitura da Mensagem em relação com experiências significativas da contemporaneidade".

 

O período de inscrições para cada uma das propostas decorre durante o mês anterior ao da sua realização e as inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. A lotação máxima em cada sessão é de 40 participantes.

HORÁRIOS

23 abr 2019

Missa, na Capela da Morte de Jesus

  • 09h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.