08 de setembro, 2023

2023-09-08livro1.jpg

Novo livro do Santuário vai apresentar a criação artística de Fátima até aos dias de hoje

Obra, da autoria de Marco Daniel Duarte, integra a coleção Arte e Património e vai ser apresentada no próximo dia 13 de setembro.

 

O Santuário de Fátima lança, no próximo dia 13 de setembro, às 21h15, na exposição temporária “Rosarium: Alegria e Luz, Dor e Glória”, a obra “Fátima e a criação artística: o Santuário e a Iconografia”, da autoria de Marco Daniel Duarte, que irá integrar a coleção Arte e Património. Os dois volumes que compõem a obra, fruto de uma investigação de duas décadas do autor, perspetivam a arte ao serviço da Mensagem no Santuário de Fátima.

“O primeiro volume está ligado à estruturação do Santuário de Fátima, ao longo de um século, com as suas construções físicas – desde o arco que marcava o lugar da mariofania até à construção da Capelinha das Aparições e das basílicas, da praça e da colunata. O segundo volume é composto pela organização da reflexão artística, a partir da criação de novas figurações que têm lugar a partir de Fátima – a construção das imagem de Nossa Senhora de Fátima e das imagens: do anjo de Fátima, dos próprios Pastorinhos e até do peregrino”, antecipou à Sala de Imprensa do Santuário o autor.

O livro é resultado da tese de doutoramento que Marco Daniel Duarte defendeu na Universidade de Coimbra, em 2013, com uma atualização das obras de arte que foram inauguradas no Santuário de Fátima desde 2007 até à atualidade.

“Esta obra vai manifestar que o Santuário se posicionou sempre a par daquilo que eram as diretrizes das grandes manifestações artísticas de cada tempo, quer nas obras de arte mais antigas, (…) quer naquelas que já marcaram o passo com o século XX (…) até às linhas pós-modernas minimalistas da Basílica da Santíssima Trindade”, sintetizou Marco Daniel Duarte, ao destacar o “diálogo entre a Mensagem do Evangelho e os artistas” que a criação artística da Cova da Iria “mostra claramente” e que é demonstrado nesta edição.

“Aquilo que se conclui com esta obra é que, de facto, os melhores artistas trabalharam neste lugar e produziram obra de arte de e a partir de Fátima. Todos os intervenientes que governaram este lugar, desde a primeira hora, estiveram sempre muito preocupados com a questão da beleza, que leva a fazer obra para estar ao serviço daqueles que aqui peregrinam”, disse o autor.

A obra é prefaciada por Regina Anacleto, docente jubilada da Faculdade de Letras, que, no início do livro destaca a “solidez da investigação como o contributo decisivo deste trabalho, ora para a fixação analítica da história do Santuário, ora para a evolução dessa história e sua projeção no futuro”.

O posfácio é assinado pelo historiador de arte Vítor Serrão, que apresentará a obra na sessão de lançamento do próximo dia 13 de setembro. No seu contributo editorial, o historiador salienta a atualidade e pertinência do tema do livro, do qual destaca o “rigoroso aparato histórico-artístico e iconográfico-iconológico” e elogia o distanciamento que o autor assumiu de “uma mera visão assente no primado da liturgia confessional e da devoção religiosa”, com vista a “uma sedutora interpretação histórica, estética e funcional das obras”.

Marco Daniel Duarte é formado e doutorado em História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É diretor do Museu e do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima. É académico da Academia Portuguesa da História e correspondente da Academia Nacional de Belas-Artes, sendo ainda membro da Associação Portuguesa de Historiadores da Arte e do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima.

 

PDF

HORÁRIOS

30 set 2023

Missa, na Capela da Morte de Jesus

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 16h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.