09 de outubro, 2016

154A0892.jpg

Papa Francisco envia mensagem aos participantes da 2ª Peregrinação Nacional de Escuteiros

Iniciativa contou com mais de 50 mil participantes ao longo de dois dias de atividades.

 

O Papa Francisco, enviou uma mensagem aos mais de 50 mil participantes da 2ª Peregrinação Nacional de Escuteiros que aconteceu este fim-de-semana no Santuário de Fátima. Na pessoa do Núncio Apostólico, Rino Passigato, o Sumo Pontífice «Saúda com paternal afeto o Corpo Nacional de Escutas, reunidos na celebração do encerramento 2ª Peregrinação Nacional de Escuteiros e invoca a assistência do Espirito Santo e da Virgem Mãe, para que com fé e audácia percorram sempre o caminho da santificação seguindo o caminho da santificação, seguindo o evangelho e deem testemunho de generosidade, paz e bem». O Papa Francisco finalizou a mensagem, com uma bênção Apostólica a todos os presentes e todos os que trabalharam nesta iniciativa.

Esta mensagem foi lida pelo Pe. Luís Marinho, assistente nacional do CNE, no final da eucaristia desta manhã no Recinto de Oração presidida por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa e vogal da Comissão Episcopal do Laicado e Família que afirmou que «somos um povo a caminho, com um itinerário bem definido, o itinerário traçado por Jesus».

«O caminho proposto pelo escutismo só pode ser realizado comunitariamente», disse o prelado que considera que um escuteiro «encontra a sua mais perfeita realização na Igreja, não de forma abstrata, mas na comunhão com as paróquias e comunidades religiosas».

O prelado assegurou aos mais de 700 agrupamentos presentes que «quando confiamos em Jesus e obedecemos ao Evangelho, aí começa o nosso caminho de conversão e de cura».

«Peçamos a Jesus que os nossos caminhos sejam como os dele: de “encontros” de misericórdia e de integração», reiterou D. Joaquim Mendes, que lançou o desafio aos cerca de 40 mil participantes de fazer com que os respetivos agrupamentos «sejam espaços de acolhimento, abertos a todos, onde acontece o encontro, a integração, a experiência de fraternidade».

«Peçamos-lhe que nos conceda a capacidade de escutar aqueles que vêm ao nosso encontro, ou se cruzam connosco, de não os evitarmos, mas de estabelecermos com eles uma relação que seja verdadeiro encontro, que gere fraternidade», afirmou o bispo auxiliar de Lisboa.

O tema da 2ª Peregrinação Nacional dos Escuteiros “10.100FM Sintoniza-te nos trilhos da misericórdia” é para D. Joaquim Mendes «tornar-se protagonista no serviço, tornar-se uma resposta concreta às necessidades da humanidade, é ser sinal vivo do amor misericordioso de Jesus para o nosso tempo, sonhar que podemos mudar as coisas, que podemos contribuir para tornar este mundo um pouco melhor do que o encontramos».

No final da celebração os escuteiros fizeram a renovação da sua promessa.

As atividades começaram ontem com uma peregrinação a pé de todos os escuteiros até ao santuário, com percursos de 4 a 8 km, com pontos de oração, reflexão, cânticos e aprendizagem histórica, culminando na Capelinha das Aparições. De tarde, os escuteiros participaram em várias iniciativas ligadas ao Centenário das aparições e ao Ano da Misericórdia, com passagem pela Porta Santa do jubileu, na Basílica da Santíssima Trindade. O dia terminou com a recitação do terço e procissão das velas. 

PDF

HORÁRIOS

25 jan 2022

Missa, na Capela da Morte de Jesus

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.