13 de novembro, 2022

2022-01-28_reacao_reitor_novo_bispo_1.jpg

Partir, anunciar e testemunhar

Pelo padre Carlos Cabecinhas*

No próximo dia 27 de novembro, iniciaremos, no Santuário de Fátima, um novo ano pastoral, o terceiro do triénio com o tema “Como Maria, portadores da alegria e do amor”. O Tema que nos guiará no novo ano pastoral é o tema já definido pelo Papa para a Jornada Mundial da Juventude, que se realizará em Lisboa, em agosto do próximo ano: “Maria levantou-se e partiu apressadamente”.

O tema é uma citação bíblica do episódio evangélico da visitação (Lc 1, 39). Em Maria ainda ressoava a saudação do Anjo – “Salve, ó cheia da graça, o Senhor está contigo!” – quando ela se pôs a caminho da casa de Isabel, se fez peregrina, movida pela solicitude e pela alegria: a alegria da graça anunciada pelo Anjo e que a habitava, agora no seu seio, e a solicitude do “sim” dado na Anunciação e que se prolongava na visita diligente à sua prima, Isabel. 

Em Maria descobrimos a prontidão para Deus e para a sua vontade: “levantou-se partiu apressadamente”. Na mensagem dirigida aos jovens para a Jornada Mundial da Juventude de Lisboa, o Papa Francisco afirma que “uma pressa boa nos impele sempre para o alto e para o outro”. Este tema exorta-nos a imitar Maria na urgência de procurarmos Deus e no cuidado solícito pelos outros.

Maria foi a primeira “cristófora”: a primeira portadora de Jesus Cristo que, na Visitação, leva Jesus a Isabel e a João Batista, tornando-se modelo de todo o discípulo de Jesus, de todo o cristão.

Para lermos o tema escolhido pelo Papa à luz da mensagem de Fátima, recorremos às palavras de Santa Jacinta Marto: “Se eu pudesse meter no coração de toda a gente o lume que tenho cá dentro no peito a queimar-me e a fazer-me gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria”.

Como Maria, também nós somos desafiados a levantarmo-nos e a partir apressadamente para testemunhar a nossa fé, para “meter no coração de toda a gente” o amor a Deus, esse “lume” que ardia no peito de Santa Jacinta e a fazia “gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria”. Um amor que se expressa também na solicitude pelos outros, sempre tão presente na vida da pequena vidente. Ao lermos o tema deste ano à luz da mensagem de Fátima, descobrimos o intrínseco dinamismo missionário sem fronteiras que a mensagem encerra e somos desafiados a assumir esse dinamismo na nossa própria vida.

Este ano exorta também a redescobrir o lugar do Coração de Jesus e do Coração Imaculado de Maria na vida dos crentes e dos devotos de Nossa Senhora. Na mensagem de Fátima, aparecem sempre intimamente unidos, pois o coração da Mãe aponta sempre para Jesus e conduz ao seu Coração misericordioso. Quem, como os Santos Pastorinhos de Fátima, faz a experiência do amor de Deus, por meio do Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria, não pode deixar de o anunciar e testemunhar. A isso desafia o novo ano pastoral.

A Jornada Mundial da Juventude é um acontecimento de enorme importância eclesial, com o qual o Santuário quer estar sintonizado. Por outro lado, trata-se de um acontecimento que não diz respeito apenas aos jovens: envolve toda a Igreja e o seu tema é relevante para todos os cristãos. Por isso, disponhamo-nos a imitar Maria que se levantou e partiu apressadamente.

 

*O padre Carlos Cabecinhas é reitor do Santuário.

Este texto é o editorial da Voz da Fátima de novembro de 2022

PDF

HORÁRIOS

04 fev 2023

Missa, na Capelinha das Aparições

  • 12h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.