27 de julho, 2021

BANNER_PROJECTO-SETE-21_V02.jpg

Projeto SETE vai proporcionar uma experiência de imersão de voluntariado com momentos de oração e serviço aos peregrinos

Esta iniciativa já acolheu cerca de 124 jovens nas edições anteriores

 

Pelo quarto ano consecutivo, o Santuário de Fátima vai promover o Projeto SETE, que visa proporcionar aos jovens uma experiência de imersão de voluntariado nos seus espaços, com momentos de oração e serviço aos peregrinos.

Este ano, os jovens, com idades entre os 18 e os 25 anos, serão distribuídos em dois turnos, de 3 e 8 e de 10 e 15 de agosto. Cada grupo poderá ter no máximo dez jovens, que ao longo de seis dias, e sempre acompanhados por elementos do Santuário, vão integrar tarefas de acolhimento direto, mas também algumas lides de preparação para o acolhimento e outros trabalhos de cariz interno.

Assim, cada participante poderá participar em várias experiências de acolhimento, oração e partilha em diversos espaços, na Cova da Iria, Aljustrel e nos Valinhos, trabalhando no acolhimento dos peregrinos, no encontro com crianças, contacto com peregrinos mais frágeis, orientações e informação, apelos ao silêncio, visitas acompanhadas, colaboração nas tarefas do Departamento de Hospedagem, nas oficinas, entre outras.

Cada semana conta com momentos de formação para as tarefas propostas, mas também momentos de reflexão sobre o sentido do voluntariado, “um mergulho na mensagem de Fátima e uma experiência íntima e pessoal daquilo que esta mensagem tem para oferecer, para ser possível conhecer-se em Deus”, explicou a Ir. Sandra Bartolomeu, do Departamento de Pastoral da Mensagem de Fátima.

O nome SETE, escolhido para o programa, liga-se à sétima aparição de Nossa Senhora a Lúcia, uma das três videntes de Fátima, após o bispo de Leiria ter confiado a Lúcia a missão de deixar a Cova da Iria.

Em 15 de junho de 1921, Lúcia visitou a Cova da Iria, com o intuito de se despedir deste lugar. Completam-se cem anos desta aparição que é, possivelmente, pela sua natureza e pela destinatária, uma aparição dirigida a Lúcia e que iria moldar a sua história vocacional. Menos conhecida do que as restantes, não só as ocorridas na Cova da Iria e testemunhadas pelos primos Francisco e Jacinta Marto, mas também as ocorridas em Espanha, esta aparição assume, por isso, um caráter mais místico e molda o caminho de santidade da vidente de Fátima, que viveu sempre longe da Cova da Iria daí em diante.

“É este convite a seguir a própria missão, a vocação que Deus confia a cada um”, na situação particular de serviço no Santuário de Fátima, explica a irmã Sandra Bartolomeu.

O projeto SETE, teve início em 2018, e já acolheu ao longo de três edições, cerca de 124 jovens com diversas vocações e proveniências.  Alguns já repetiram a experiência mais que uma vez, e sentem “alegria” em dar o seu tempo de descanso em “serviço aos peregrinos”, diz a Ir. Sandra Bartolomeu.

Cada turno inicia com um momento de acolhimento e termina com uma pequena celebração de envio, memorando estes dias de voluntariado como experiência a ser lembrada e continuada nos caminhos quotidianos de cada um.

“À semelhança do que aconteceu em 2020, também vivemos este ano uma edição muito particular, pelas circunstâncias e para poder salvaguardar as condições de segurança”, indica a religiosa da Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima.

O alojamento e as refeições ficam à responsabilidade do Santuário de Fátima, no entanto, a participação nesta atividade tem um custo de 20 euros. A data-limite de inscrição é até 26 de julho. As inscrições podem ser feitas AQUI

Para mais informações, poderão contactar pelo endereço: [email protected]

PDF

HORÁRIOS

30 jul 2021

Rosário, na Capelinha das Aparições, e procissão das velas, no Recinto de Oração

  • 21h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.