24 de janeiro, 2018

2018-01-24_CNPI_Reitor.jpg

 

Santuário apresentou programa para o triénio aos responsáveis pelas peregrinações italianas

Reitor participou no encontro da Coordenação Nacional das Peregrinações Italianas (CNPI)

 

O reitor do Santuário de Fátima apresentou esta manhã, em Roma, aos responsáveis pelas peregrinações italianas, o programa do Santuário para o triénio 2017-2020, que será “Tempo de graça e de Misericórdia” e que propõe “prolongar e aprofundar o Centenário das Aparições e promover a consolidação dos dinamismos criados”.

No encontro da CNPI, o padre Carlos Cabecinhas deu a conhecer os eixos que orientam o primeiro ano do triénio, sob o tema “Dar graças pelo dom de Fátima”, durante o qual se está: a “evocar marcos históricos mais significativos de Fátima”, percebendo como estes se integram na vida da Igreja; a “prestar especial atenção à Imagem Peregrina”, para perceber a sua relevância pastoral; e a “refletir sobre a importância de Fátima como lugar de cultura”, diante dos “prementes desafios da humanidade”.

Para a vivência do triénio, o Reitor do Santuário de Fátima adiantou algumas das propostas já preparadas para os peregrinos, nomeadamente uma catequese alusiva ao tema, nas alamedas do Recinto de Oração, e um itinerário orante.

Aos participantes do encontro da CNPI, o responsável pelo Santuário de Fátima fez um balanço positivo da celebração do Centenário das Aparições e do caminho de sete anos percorrido até à data jubilar, assente na memória, na gratidão e no compromisso, centrando a análise na importância da experiência dos peregrinos que vêm à Cova da Iria.

“A participação nas várias iniciativas do Santuário superou as nossas melhores expectativas, porém, o que realmente importa é a vivência espiritual de tantos peregrinos, a intensidade da sua peregrinação, a marca duradoura que fica nas suas vidas”, referiu o reitor, ao salientar três aspetos que ficam “deste longo ciclo festivo”: a consolidação do lugar de Fátima no mundo; o “aprofundamento renovado da Mensagem de Fátima” e a canonização de Francisco e Jacinta.

A CNPI reúne os responsáveis das peregrinações italianas e todas as instituições que organizam peregrinações em Itália. Este organismo pastoral tem comissões específicas que analisam e propõem soluções para as peregrinações e para o turismo religioso, na perspetiva cristã de uma jornada da fé, agilizando as relações entre os santuários e os operadores turísticos, agências e hoteleiros.

Anualmente deslocam-se ao Santuário de Fátima cerca de 15 mil peregrinos italianos em grupos organizados. No ano do Centenário das Aparições, estiveram na Cova da Iria cerca de 54 mil peregrinos vindos de Itália,  em grupos organizados.

TAGS

fatima2018
PDF

HORÁRIOS

23 ago 2019

Missa, na Capela da Morte de Jesus

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.