05 de junho, 2024

turismo-do-centro-distingue-marca-santuario-de-fatima.jpg

Santuário de Fátima distinguido pela Turismo Centro de Portugal na categoria “Marca”

Galardão foi entregue no 10.º Fórum de Turismo Interno Vê Portugal que decorreu em Torres Vedras.

O Santuário de Fátima foi uma das entidades distinguidas no 10.º Fórum de Turismo Interno Vê Portugal, que decorreu em Torres Vedras, entre 3 e 5 de junho. Numa cerimónia presidida pelo secretário de Estado do Turismo, Pedro Machado, a Turismo Centro de Portugal homenageou seis personalidades e instituições “pelo seu valioso contributo para o desenvolvimento e notoriedade do setor na região Centro de Portugal”.

A distinção ao Santuário foi entregue na categoria “Marca”. Entendeu a organização que “Fátima é uma marca importantíssima no nosso país, com grande reconhecimento, a nível nacional e internacional”, sendo ao mesmo tempo “um dos destinos religiosos mais conhecidos do mundo”.

O galardão foi recebido pelo padre Joaquim Ganhão, capelão e diretor do Departamento de Liturgia, que sublinhou a disponibilidade e o empenhamento do Santuário na preservação de um ambiente e de uma cultura de paz.

Ainda no decurso do Fórum de Turismo Interno Vê Portugal, o padre Joaquim Ganhão foi um dos oradores do painel “O turismo como ferramenta de construção e manutenção da paz”.

Entre as várias ideias que partilhou, lembrou que a Cova da Iria se tornou “ao longo de mais de um século destino de peregrinação e também de encontro de povos, de variadas tradições religiosas e culturais”. Em Fátima, “o peregrino e o turista encontram-se e cruzam-se” num lugar “que respira paz e tranquilidade, mostrando que o turismo, levando ao encontro pessoas de diversas proveniências, acaba por permitir e potenciar o encontro de religiões e com religiões diferentes, cultiva uma sã convivência e constrói a paz”, referiu.

Na sua intervenção, partilhou ainda a recente mensagem do Dicastério para a Evangelização sobre o Turismo e a Paz, tema escolhido pela Organização Mundial do Turismo para a próxima Jornada Mundial do Turismo que acontece a 27 de setembro deste ano. A esse propósito salientou que “para os responsáveis da Igreja, a atividade turística pode gerar um ‘compromisso de fraternidade’, de modo a constituir uma rede de ‘mensageiros da paz’ que facilitem a ‘reabertura de territórios cheios de história, cultura e fé’”.

O padre Joaquim Ganhão afirmou ainda que “o Santuário de Fátima assume-se como Pousada dos Peregrinos e procura introduzir o cuidado da casa comum na identidade do peregrino da paz”. E, munindo-se de palavras do Papa Francisco, frisou que esse cuidado da casa comum como alicerce da paz requer “aqueles gestos quotidianos pelos quais quebramos a lógica da violência, da exploração, do egoísmo e se manifesta o amor em todas as ações que procuram construir um mundo melhor”.

PDF

HORÁRIOS

26 jun 2024

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.