12 de outubro, 2015

 RE.jpg

 


Na noite de 12 de outubro, o cardeal D. Giovanni Battista Re aproveitou a homilia para apontar alguns “sinais preocupantes de futuro em risco”, dando exemplos das “várias crises atuais”. O Prefeito Emérito da Congregação para os Bispos lembrou “a crise económica e financeira que desde há vários anos pesa sobre as famílias”, aliada à crise moral e a crise social, que “comporta tantos problemas”, e sublinhou que “na base destas crises está uma que é a raiz de todas as outras: a carência de Deus”.
“Sem Deus, o homem e a mulher deixam de ter princípios que iluminem o caminho da vida”, continuou o cardeal, destacando que “quando Deus perde o lugar central que Lhe compete, também o homem perde o seu lugar”. Isto porque, como diz, “longe de Deus, o ser humano perde-se, ficando à mercê de egoísmos pessoais e interesses de grupo”.
Especialmente focado no problema da falta de fé, D. Giovanni Re recordou que “o Evangelho levou-nos em pensamento até ao templo de Jerusalém”, que Cristo encontrou “transformado num covil de negócios e de comércio”. O cardeal aproveitou esta passagem para pedir aos peregrinos que se interrogassem sobre “o lugar que Deus ocupa no nosso coração e na nossa vida”, alertando para o perigo de quando “Deus passa a ser a última das nossas preocupações”.
D. Giovanni Re recordou ainda a homilia da beatificação dos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto, de 13 de maio de 2000, altura em que o papa João Paulo II disse que “quantos acolhem esta presença [de Deus] tornam-se morada (…) do Altíssimo”.
Homilia de 12 de outubro de 2015, por D. Giovanni Re, Prefeito Emérito da Congregação para os Bispos
 
João Francisco Gomes

PDF

HORÁRIOS

26 jun 2022

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 16h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.