07 de julho, 2021

154A6686.jpg

6.ª edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima teve início esta manhã no Centro Pastoral de Paulo VI

Iniciativa vai refletir sobre o tema “Os rostos de Fátima: faces visíveis e invisíveis de um fenómeno secular”

 

A 6.ª edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima começou esta manhã, e até sexta-feira vai abordar o tema “Os rostos de Fátima: faces visíveis e invisíveis de um fenómeno secular”, aprofundando os rostos que contribuíram para a consolidação, divulgação e estudo do fenómeno de Fátima e os rostos que, por outro lado, o criticaram o acontecimento.

O grande auditório do Centro Pastoral de Paulo V acolhe os cerca de 85 participantes, das áreas de ação Social, arquivística, artes plásticas, biblioteconomia, ciências sociais, comunicação social, economia, enfermagem, engenharia civil, educação, fisioterapia, segurança, gestão, história, história da arte, medicina, museologia, ortopedia, psicologia, serviço administrativo, serviço pastoral, e turismo.

Na palavra de abertura, o reitor do Santuário de Fátima, o Pe. Carlos Cabecinhas, lembrou que estes cursos de verão nasceram no contexto do Centenário das Aparições com o “objetivo de ser contributo para os investigadores do fenómeno Fátima nas suas várias vertentes e dimensões, aproximando assim a comunidade científica deste lugar”.

“A promoção destes cursos manifesta um empenho continuado por parte do Santuário, no estudo pluridisciplinar de Fátima, para o aprofundamento deste fenómeno”, disse, considerando que ainda há muito a estudar sobre Fátima, e “estes cursos pretendem ser um desafio aos investigadores neste sentido”.

A realização deste curso “representa um esforço no sentido de recuperar uma série de atividades formativas a que o Santuário atribui especial importância”.

Marco Daniel Duarte, diretor do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima, explicou que nesta 6.ª edição vai haver “muitas informações inéditas”.

“Não saberemos responder a tudo aquilo que a Fátima diz respeito, pois o tema é sempre complexo, mas saberemos continuar a investigar em ordem a podermos percecionar este fenómeno que a tantos inquieta”, assegurou o responsável.

“É essa tapeçaria feita de muitas cores e de muitos fios, rostos identificados, que vamos aprofundar”, confirmou Marco Daniel Duarte.

No Departamento de Estudos existem 2081 entradas, com nomes ligados à história de Fátima, e “os rostos anónimos, são uma voz coletiva de uma grande manifestação realizada em prol de altos valores da humanidade, e da paz no mundo”.

Os Cursos de Verão do Santuário de Fátima têm sido promovidos, com periodicidade anual, pelo Departamento de Estudos do Santuário de Fátima a pensar nos investigadores que pretendam estudar o fenómeno de Fátima. Na edição anterior, que decorreu já em tempo de pandemia, centrou-se na arte, Iconografia e museologia de Fátima.

O programa de hoje vai aprofundar os rostos de Francisco, Jacinta e Lúcia, com orientação de Marco Daniel Duarte. Sónia Vazão, do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima, vai abordar a ação dos bispos e reitores do Santuário de Fátima. Esta tarde, André Melícias, do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima vai falar dos opositores e detratores. A parte formativa deste dia termina com uma reflexão conduzida por Marco Daniel Duarte acerca do ler Fátima a partir do pensamento. Pelas 17h30 os formandos vão ser convidados a visionar o documentário “Santos vizinhos: duas crianças que se fi­zeram candeias da humanidade a partir de Fátima”.

PDF

HORÁRIOS

31 jul 2021

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 10h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.