15 de março, 2022

119A9100.jpg

A Rússia e a Ucrânia vão ser consagradas ao Imaculado Coração de Maria a 25 de março

Papa Francisco fará consagração na Basílica de São Pedro e o Cardeal Konrad Krajewski fará a consagração em Fátima como Legado Pontifício

 

 

A Rússia e a Ucrânia vão ser consagradas ao Imaculado Coração de Maria a 25 de março, a pedido do Papa Francisco.

O Santo Padre fará a consagração durante a Celebração da Penitência que presidirá às 17h00 (hora de Roma), na Basílica de São Pedro. Em Fátima, na condição de Legado Pontifício, estará o cardeal Konrad Krajewski, Esmoler Apostólico, que fará o ato de consagração na Capelinha das Aparições, também às 16h00, durante a oração do Terço.

No início do mês, o cardeal Konrad Krajewski, foi enviado pessoal do Papa à Ucrânia, e invocou um “diálogo para travar uma guerra cruel”, apelando à oração pela paz.

O esmoler do Papa, teve encontros com o chefe da Igreja greco-católica ucraniana, Sua Beatitude Sviatoslav Shevchuk, e o metropolita de Lviv, Mieczyslaw Mokszycki. Os três tiveram uma conversa pelo telefone com o Papa Francisco.

Esta "prece pela paz no mundo e, concretamente, pela paz na Ucrânia" é um "ato cheio de significado, nestes tempos conturbados que vivemos. Um ato profundamente ligado a Fátima e à sua Mensagem, (...) porque Fátima é um lugar onde diariamente se reza pela paz, porque é uma vontade expressa pelo Papa e porque, neste lugar, Nossa Senhora pediu a consagração ao Seu Imaculado Coração", afirmou o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, há momentos, junto à Capelinha das Aparições, numa reação ao pedido feito pelo Santo Padre (ver vídeo abaixo).

A Imagem n.º 13 da Virgem Peregrina de Fátima já chegou à Ucrânia, a pedido do arcebispo metropolita greco-católico de Lviv, e foi acolhida por centenas de pessoas. 

O Vaticano informou esta tarde que o Papa Francisco “convidou os bispos de todo o mundo e seus sacerdotes a unirem-se a ele na oração pela paz e na consagração e entrega da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria”.

Em declarações aos jornalistas, o bispo de Leiria-Fátima, D.José Ornelas de Carvalho enalteceu o facto de que católicos e ortodoxos têm na figura da Virgem Maria “um ponto de encontro muito importante”.

Em conferência de imprensa, o prelado destacou a passagem da Imagem Peregrina de Fátima pela cidade ucraniana de Lviv, com um significado simbólico “muito importante”, desejando que sirva de “consolação e sinal de esperança para as pessoas que sofrem, que são as principais vítimas destes conflitos”.

“É um sinal muito bonito de Fátima”, acrescentou.

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) anunciou que se vai associar à consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria, “em profunda comunhão com o Santo Padre, os Bispos portugueses procurarão estar presentes nesta celebração em Fátima”.

Numa nota, os bispos pedem que “todas as paróquias, comunidades, institutos de vida consagrada e outras instituições eclesiais assumam esta intenção de consagração nas celebrações desse dia”, nomeadamente nas Vias-Sacras, nas Eucaristias, na Oração do Rosário e no itinerário ‘24 horas para o Senhor’ que se inicia na tarde de 25 de março.

Recorde-se que neste mesmo dia, há 38 anos, o Papa São João Paulo II consagrou o mundo ao Imaculado Coração de Maria, diante da imagem da primeira escultura de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, que se venera na Capelinha e que se deslocou ao Vaticano nessa ocasião cumprindo a sua sétima saída da Cova da Iria.

O Pontífice que mais vezes visitou Fátima, em resposta aos apelos da Mensagem de Fátima, entendeu fazer um ato de consagração ao Imaculado Coração de Maria, no dia 25 de março de 1984, um ano de pois de ter iniciado o Ano Santo dedicado à Redenção.

A 25 de março de 2020, o cardeal D. António Marto consagrou Portugal e Espanha, e mais 22 países, ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, pedindo auxílio e proteção para os tempos de pandemia.

A 20 de outubro de 2019, os bispos católicos portugueses consagraram a Igreja Católica ao Sagrado Coração de Jesus, em Fátima, durante a missa de encerramento do Ano Missionário, no Santuário de Fátima, assinalando também os 175 anos de presença em Portugal do Apostolado da Oração.

A primeira consagração de Portugal ao Imaculado Coração de Maria aconteceu a 13 de maio de 1931, oito meses depois do reconhecimento oficial das aparições pelo bispo de Leiria, no final da primeira peregrinação nacional do episcopado português a Fátima.

(atualizado 18 de março de 2022, 17:00)

 

Reação do Santuário de Fátima ao anúncio do pedido de consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria

 

PDF

HORÁRIOS

21 mai 2022

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 18h30
Missa
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.