03 de agosto, 2023

2023-08-04capelinha2.jpg

Alterações na Capelinha das Aparições para a visita do Papa

Adaptações são provisórias, mas podem ser reaproveitadas no futuro

A Capelinha das Aparições, onde o Papa Francisco vai rezar diante da Imagem de Nossa Senhora e recitar o Terço no próximo sábado, 5 de agosto, sofreu ligeiras adaptações específicas, dadas as dificuldades de mobilidade do Santo Padre.

Estas adaptações foram realizadas com elementos provisórios, mas com o objetivo de poderem ser reaproveitadas no futuro, explicou à Sala de Imprensa do Santuário o arquiteto Eusébio Calvário.

A principal modificação tem a ver com a instalação de uma rampa na frente da Capelinha, desde o local onde o papamóvel vai deixar o Santo Padre até ao presbitério, que se situa numa zona mais elevada relativamente ao recinto.

Junto da Imagem venerada na Capelinha das Aparições fica agora colocada a cadeira que o Papa vai utilizar para a oração em silêncio que fará à chegada ao local, na manhã de sábado.

Esta cadeira, virada para a imagem, é a mesma usada na anterior visita do Papa Francisco, em 2017, sofrendo apenas ligeiras alterações.

Uma segunda cadeira, esta produzida especialmente para esta ocasião, fica virada para a assembleia dos fiéis. Será utilizada pelo Sumo Pontífice para dirigir uma mensagem aos peregrinos, no final da Recitação do Terço.

O presbitério tem agora um estrado provisório para nivelar aquela zona, uma vez que a área do altar está situada num plano ligeiramente mais elevado.

A cruz de ferro existente à direita da cadeira da presidência foi substituída por uma cruz de prata e o chamado patim das promessas, a zona que envolve a parte central da Capelinha, recebeu dois estrados destinados ao orador e ao diretor da Assembleia.

Os bancos corridos foram substituídos por cadeiras e por uma zona aberta destinada a acolher as cadeiras de rodas utilizadas pelos jovens com deficiência que vão estar com o Papa.

A lotação no espaço abrangido pela cobertura da Capelinha das Aparições é assim de 252 lugares, dos quais 46 dizem respeito a cadeiras de rodas.

O Santo Padre é acompanhado na recitação do Terço por 98 jovens com deficiência e jovens reclusos que, pela sua situação, não podem participar na Jornada Mundial da Juventude em Lisboa.

A este número acrescem 14 jovens com deficiência que se deslocaram a Lisboa, apoiados pelo programa Vem para o Meio, uma iniciativa do Santuário de Fátima dinamizada pela casa em Fátima da Associação Silenciosos Operários da Cruz (SOC).

No total, 112 jovens e 128 acompanhantes estão com o Papa no Terço, que será rezado por intenção dos jovens participantes na JMJ, dos jovens doentes e reclusos, pela Paz e pelo Papa.

Além de 20 pedidos individuais de jovens com deficiência, vão estar 10 jovens do Centro de Apoio a Deficientes João Paulo II, de Fátima, 17 jovens do Centro de Reabilitação e Integração de Fátima e 6 da Casa do Bom Samaritano.

O grupo inclui ainda 18 jovens da Associação Silenciosos Operários da Cruz de Itália (2 dos quais são colombianos) e 19 provenientes dos SOC da Polónia.

Seis jovens reclusos da Prisão-escola do Estabelecimento Prisional de Leiria e 2 jovens colaboradores do Santuário de Fátima completam o grupo que vai rezar com o Papa.

PDF

HORÁRIOS

21 jun 2024

Missa, em espanhol, na Capelinha das Aparições

  • 19h15
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições, e procissão das velas, no Recinto de Oração

  • 21h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.