05 de março, 2018

2018-03-05_Aniversario_Jacinta_2.jpg

Assinala-se hoje o aniversário de nascimento da Santa Jacinta Marto

Jacinta Marto, a mais nova dos três Videntes a quem Nossa Senhora apareceu em 1917, em Fátima, nasceu a 5 de março de 1910, em Aljustrel e foi canonizada a 13 de maio de 2017, em Fátima.

A data assinalada hoje, que não coincide com a indicada no assento de batismo, baseia-se no interrogatório que o cónego Manuel Nunes Formigão fez aos Videntes, datado de 11 de outubro de 1917, onde se lê que “Jacinta de Jesus fez 7 (anos) a 5 de março”.

Embora a data de nascimento que consta no assento de batismo seja o dia 11 de março, é provável que a data de nascimento tenha sido alterada pelos pais, tal como sucedeu com a da Lúcia, e pelos mesmos motivos. A explicação para a alteração vem numa nota de rodapé do primeiro volume da Documentação Crítica de Fátima, onde é publicado o interrogatório do cónego Formigão fez aos Pastorinhos.

“Provavelmente, a data exata de nascimento seria efetivamente o dia 5 de março de 1910. Como o batismo foi a 19 de março, terá sido indicado o dia 11 como data de nascimento, para evitar a multa aplicável ao adiamento, para além dos oito dias”, lê-se daquela fonte crítica dos acontecimentos de Fátima.

Jacinta foi a sétima e última filha de Manuel Pedro Marto e Olímpia de Jesus, tendo sido batizada a 19 de março de 1910, na Igreja Paroquial de Fátima.

Desde muito nova que começou a pastorear o rebanho de seus pais, na companhia do irmão Francisco Marto e da prima Lúcia de Jesus, os dois Videntes mais velhos. Foi na Cova da Iria, local onde se pastoreavam os rebanhos, que os três Pastorinho deram conta da aparição de uma Senhora “mais brilhante que o sol” que lhes diz ser “do Céu”, que lhes pede que ali voltem “seis meses seguidos, no dia 13 a esta mesma hora”, indicando-lhes que, na aparição final, lhes revelaria quem era e o que queria. Na última aparição, a Senhora viria a apresentar-se aos Videntes como a Senhora do Rosário.

Jacinta faleceu aos 9 anos de idade, no Hospital de D. Estefânia, em Lisboa, onde foi internada depois de adoecer em 1918 com a epidemia da gripe espanhola. O seu corpo foi sepultado no cemitério de Vila Nova de Ourém, tendo sido transladado para o Cemitério de Fátima em 1935 e, dez anos mais tarde, para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

A vidente foi beatificada a 13 de maio de 2000 pelo Papa João Paulo II, em Fátima e canonizada, a 13 de maio do ano passado, pelo Papa Francisco, no Santuário de Fátima, em pleno ano jubilar do Centenário das Aparições.

 

Cronologia anotada dos três videntes de Fátima

 

PDF

HORÁRIOS

27 mai 2019

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 11h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.