search clock-o download play play-circle-o volume-up image map-marker plus twitter facebook rss envelope linkedin close exclamation-triangle home bars angle-left angle-right share-alt clock-o arrow-up arrow-down2 folder folder-folder-plus folder-open calendar-o angle-down eye refresh

PÁGINA OFICIAL

Santuário de Fátima

Transmissão Online

Bispo de Santiago, Cabo Verde, preside à Peregrinação Aniversária de 12 e 13 de agosto

08 de agosto, 2018

2018-08-02_Peregrinacao_Agosto_2.jpg

Bispo de Santiago, Cabo Verde, preside à Peregrinação Aniversária de 12 e 13 de agosto

Cardeal D. Arlindo Gomes Furtado é o presidente da Peregrinação que assinala a quarta Aparição da Virgem aos Pastorinhos

A Peregrinação Internacional Aniversária de 12 e 13 de agosto vai ser presidida pelo cardeal D. Arlindo Gomes Furtado, bispo de Santiago de Cabo Verde. Insere-se nesta peregrinação, que assinala a quarta Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, a Peregrinação do Migrante e do Refugiado, que marca o arranque da Semana Nacional das Migrações, e que congrega, na Cova da Iria, migrantes de várias partes do mundo.

A saudação a Nossa Senhora, na Capelinha das Aparições, às 18h30 do dia 12 de agosto, marcará o início da Peregrinação. Às 21h30, no mesmo espaço, haverá a recitação do Rosário, seguida da Procissão das Velas, às 22h15. Segue-se a Missa da Vigília, às 22h30, no Recinto de Oração.

O programa da peregrinação continua no dia 13, com a recitação do Rosário, na Capelinha das Aparições, às 9h00. Às 10h00, realiza-se a Missa da Peregrinação Internacional Aniversária, que terá transmissão televisiva, em direto, na RTP1, na Ângelus TV e na TV Canção Nova, para além de poder ser seguido online na página do Santuário de Fátima em www.fatima.pt.

A Missa da Peregrinação Internacional Aniversária terá a tradicional oferta do trigo, pelos peregrinos, no momento da apresentação dos dons. Este gesto característico realiza-se desde 13 de agosto de 1940, quando um grupo de jovens da Juventude Agrária Católica, de 17 paróquias da diocese de Leiria, ofereceu 30 alqueires de trigo, destinados ao fabrico de hóstias para consumo no Santuário de Fátima. Desde então, os peregrinos, já não só de Leiria mas também de outras dioceses do país, e até do estrangeiro, têm vindo a dar continuidade, ano após ano, a este ofertório, que se realizará pela 78.ª vez.

Inscritos nos serviços do Santuário de Fátima estão, até ao momento, cerca de 1.200 peregrinos, organizados em 16 grupos, provenientes de Portugal, Espanha, Itália, França, Polónia, Alemanha, Irlanda, Bélgica, Áustria, Iraque e Guiné-Conacri.

Na antecipação da Peregrinação, está agendada para as 16h00 do dia 12 de agosto, domingo, a habitual conferência de imprensa com o presidente da peregrinação, cardeal D. Arlindo Gomes Furtado; o Bispo de Leiria-Fátima, cardeal D. António Marto e o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas. Também marcarão presença no encontro com os meios de comunicação social D. António Vitalino Dantas, membro da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, e a diretora do Secretariado Nacional da Mobilidade Humana e da Obra Católica Portuguesa das Migrações, Eugénia Quaresma.

A quarta Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, assinalada nesta Peregrinação, ocorreu a 19 de Agosto de 1917, no sítio dos Valinhos, a cerca de 500 de Aljustrel, porque, no dia no dia 13 os Videntes tinham sido levados, pelo administrador do concelho, para Vila Nova de Ourém, onde foram submetidos, sob ameaça, a múltiplos interrogatórios. Nossa Senhora haveria de aparecer-lhes seis dias depois, nos Valinhos, pedindo-lhes que continuassem a ir à Cova da Iria no dia 13 e que rezassem o Terço todos os dias. 

O presidente da Peregrinação, cardeal Arlindo Gomes Furtado, bispo da diocese de Santiago desde 2009, nasceu a 4 de Outubro de 1949, em Figueira das Naus, na ilha do Santiago, em Cabo Verde. Veio para Portugal, em 1971, para completar os estudos no Seminário Maior de Coimbra e o curso de Teologia, no Instituto Superior de Estudos Teológicos, período após o qual regressou ao país natal, tendo sido ordenado sacerdote em 1976, e bispo em 2004.

Depois de exercer funções como reitor do Seminário Menor de São José, em Santiago, Cabo Verde, entre 1978 a 1986 retomou os estudos nesse mesmo ano, em Roma, licenciando-se em Ciências Bíblicas pelo Instituto Bíblico de Roma. Em 2015 recebeu as insígnias cardinalícias do Papa Francisco, tornando-se no primeiro cardeal de Cabo Verde.

A 46.ª Semana de Migrações tem como tema: “Cada forasteiro é ocasião de encontro, Migrantes e Refugiados no caminho para Cristo” e decorre entre 12 e 19 de agosto.