20 de setembro, 2020

IMG_20200920_140539.jpg

D. Joaquim Mendes alertou para os perigos da superioridade e do elitismo

Na homilia da Missa deste domingo, o bispo auxiliar de Lisboa exortou a assembleia reunida na Cova da Iria a acolher os dons de Deus em prol do bem comum.

D. Joaquim Augusto da Silva Mendes, bispo auxiliar de Lisboa, presidiu à Missa dominical, esta manhã, celebrada no Recinto de Oração do Santuário de Fátima. Na homilia, o prelado alertou para os perigos do elitismo e exortou os peregrinos a imitarem a "magnanimidade do coração de Deus", no acolhimento dos dons do Espírito Santo em prol do bem comum e da edificação do Reino de Deus".

Com referência à segunda Leitura, o prelado começou por distinguir os desígnios de Deus, "largos e rectos", dos pensamentos dos homens, que "são estreitos, tortuosos e marcados pelo egoísmo, pelo legalismo, pelos interesses pessoais", para apresentar a lógica divina do "amor a todos".

O bispo auxiliar de Lisboa apresentou, depois, a vida como vocação universal, "feita de sucessivos chamamentos para participar na salvação gratuita".

"A salvação não é uma espécie de recompensa contratual, mas é graça e dom gratuito de Deus, oferecido a todos, sem exceção: tanto aos primeiros como os da última hora. É esta a dádiva desconcertante do Evangelho: Deus dá o Seu Reino aos pecadores, aos pagãos e convida cada um de nós a trabalhar na Sua vinha, porque não nos quer perdidos, nem ociosos, mas comprometidos", explicou o presidente da celebração.

Ao lembrar a atitude dos fariseus no Evangelho, o prelado alertou para o perigo da "superioridade, do elitismo e de reivindicação de méritos e previlégios", que impede o reconhecimento igualitário dos "operários da última hora". Em contraponto, apresentou a fraternidade e a comunhão cristã como respostas para "uma vida digna, segundo o Evangelho" e atitude que "resgata do vazio e da inércia e nos oferece a plenitude da vida".

Na conclusão, o presidente da celebração exortou a assembleia presente, em particular os membros do Renovamento Carismático Católico - que se reuniu em assembleia em Fátima, durante este fim de semana -, a acolher os dons do Espírito Santo em prol do bem comum e da edificação do Reino de Deus.

"Partilhai, de forma gratuita e generosa, com todos os membros da Igreja, a graça recebida no Batismo e empenhai-vos na construção da comunhão e da unidade e no serviço aos mais pobres e necessitados."

Além do grupo do Renovamento Carismático Católico, fizerem-se também anunciar: os Peregrinos dos Dadores de Sangue; um grupo da paróquia de Nossa Senhora de Fátima, de São João da Madeira. Provenientes do estrangeiro, estiveram presentes grupos de peregrinos franceses, espanhóis, alemães e norte americanos.

PDF

HORÁRIOS

25 out 2020

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 14h00
Terço

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 15h00
Missa
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.