23 de junho, 2020

AF_BANNER@2x-100.jpg

 

Fátima e a Arte: o Santuário, a Iconografia, a Cidade e a Museologia

Santuário de Fátima promove 5.ª edição dos Cursos de Verão no próximo mês de julho

 

O Santuário de Fátima vai promover de 8 a 10 de julho a 5.ª edição dos Cursos de Verão, este ano com o tema Fátima e a Arte: o Santuário, a Iconografia, a Cidade e a Museologia, ministrado por Marco Daniel Duarte, diretor do Departamento de Estudos e do Museu do Santuário de Fátima.

O Departamento de Estudos do Santuário de Fátima tem levado a cabo os Cursos de Verão a pensar nos investigadores que pretendam estudar o fenómeno de Fátima. A edição de 2020 pretende trabalhar o tema da arte em Fátima, “procurando analisar as construções físicas que, através das diferentes estéticas, materializam o Santuário de Fátima e ainda toda a iconografia que em Fátima e de Fátima nasce e se difunde por todo o mundo”.

“A inserção e ligação do Santuário de Fátima à malha urbana de uma cidade que nasce a partir de 1917 e, bem assim, as formas que a Museologia encontrou para abordar a temática de Fátima são especial objeto de análise a que se juntam os objetos religiosos típicos do lugar e que reclamam dos investigadores análise atenta e descomprometida em ordem à sua apreciação enquanto artefactos culturais”, pode ler-se na sinopse desta iniciativa.

Segundo Marco Daniel Duarte, o Departamento de Estudos pretende com este curso dar resposta a “muitas solicitações que nos chegaram de que esta temática mereceria ser tratada num curso de verão”. Por isso, “procurámos ir ao encontro das expectativas dos inscritos nos últimos anos”, considera o responsável.

Marco Daniel Duarte é diretor do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima, onde dirige o Arquivo e a Biblioteca, e do Museu do Santuário de Fátima. É ainda diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima.

Doutorado em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, tem desenvolvido a sua investigação no âmbito dos estudos da Iconografia e da Iconologia, e, bem assim, no âmbito de diferentes temáticas relacionadas com o pensamento humano no contexto da História de Fátima.

Pertence à Academia Portuguesa da História, como Académico Correspondente, à Academia Nacional de Belas-Artes, como Académico Correspondente Nacional, é Sócio Efetivo da Associação Portuguesa de Historiadores da Arte, Membro da Sociedade de Geografia de Lisboa, da Sociedade Nacional de Belas Artes e da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa.

É Investigador do CLEPUL, Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, da Universidade de Lisboa, e do CEIS20-UC, Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra, e entre 2012 e 2016 integrou o Seminário dos Jovens Cientistas do Instituto dos Altos Estudos da Academia das Ciências de Lisboa. 

Autor de vários estudos publicados em revistas científicas e editados em livro, alguns deles premiados, comissariou diversas exposições científicas subordinadas às temáticas da sua especialidade, destacando-se as que tiveram lugar no Santuário de Fátima e a que esteve patente ao público no Palácio Nacional da Ajuda sobre as catedrais portuguesas.

O padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, e Marco Daniel Duarte, coordenador dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima, darão início aos trabalhos no dia 8 de julho. Para este dia os formandos poderão refletir sobre “A arquitetura como arte primeira: da construção à sacralização de uma capela”, “Fátima, lugar de novidade artística I: a criação e a difusão da imagem de Nossa Senhora de Fátima”, “Fátima, lugar de novidade artística II: a criação e a difusão da imagem do Anjo de Fátima”, “Fátima, lugar de novidade artística III: a criação e a difusão da imagem dos Pastorinhos Videntes”. O dia finda com uma visita de estudo ao presbitério do recinto de oração.  

No segundo dia desta 5.ª edição dos Cursos de Verão serão abordados “A construção artística do Santuário de Fátima I: a estética de Oitocentos (a Basílica de Nossa Senhora do Rosário)”, “A construção artística do Santuário de Fátima II: a estética de Novecentos (o recinto, as colunatas e as construções modernas)”, “A construção artística do Santuário de Fátima III: a estética do século XXI (a Basílica da Santíssima Trindade e o presbitério do recinto de oração)”, “Lugares artísticos fora do Santuário de Fátima: conventos, mosteiros e casas religiosas (arte privada, arte pública e urbanismo)”. A visita de estudo à exposição temporária será o último momento previsto para este dia.

Sexta-feira, dia 10 de julho, será o terceiro e último dia de formação e irá proporcionar a reflexão sobre “Fátima e os objetos religiosos: incompatibilidade artística? Para uma história das “lembranças de Fátima””, “O Museu do Santuário de Fátima I: as exposições permanentes”, “O Museu do Santuário de Fátima II: as exposições temporárias”, “Núcleos museológicos sobre Fátima fora do Santuário da Cova da Iria”.

A dimensão formativa constitui uma das centrais preocupações do Santuário de Fátima, assumindo lugar relevante nas propostas que apresenta aos seus peregrinos.

A adesão a esta formação superou as expectativas, o que possibilitou a abertura de mais vagas. O curso decorrerá assim no auditório grande do Centro Pastoral de Paulo VI que, em tempos habituais, tem lugar para 2106 lugares, o que permitirá distanciamentos seguros em ordem a cumprirmos as regras de segurança que o atual contexto exige, uma vez que os inscritos no curso são cerca de 150 que estarão distribuídos por um amplo anfiteatro de mais de 2000 lugares.

A frequência do curso tem o custo de 10 euros.

As inscrições serão validadas após o pagamento da taxa de inscrição e receção do respetivo comprovativo que deverá ser enviado para [email protected] ou por correio postal.

O Santuário de Fátima pode disponibilizar alojamento e refeições, mediante marcação direta formalizada para o endereço de e-mail do Departamento de Hospedagem: [email protected] (querendo beneficiar de tarifa reduzida por se encontrar a frequentar o Curso de Verão, deve ser mencionada esta informação no contacto com o Departamento de Hospedagem).

 

PROGRAMA

Quarta-feira, dia 8 de julho

10h00 | Sessão de abertura

Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima

Marco Daniel Duarte, coordenador dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima

10h15 | A arquitetura como arte primeira: da construção à sacralização de uma capela

11h30 | pausa

11h45 | Fátima, lugar de novidade artística I: a criação e a difusão da imagem de Nossa Senhora de Fátima

13h00 | pausa para almoço

14h30 | Fátima, lugar de novidade artística II: a criação e a difusão da imagem do Anjo de Fátima

15h45 | pausa

16h00 | Fátima, lugar de novidade artística III: a criação e a difusão da imagem dos Pastorinhos Videntes

17h15 | pausa

17h30 | Visita de estudo ao Presbitério do Recinto de Oração

 

Quinta-feira, dia 9 de julho

10h15 | A construção artística do Santuário de Fátima I: a estética de Oitocentos (a Basílica de Nossa Senhora do Rosário)

11h30 | pausa

11h45 | A construção artística do Santuário de Fátima II: a estética de Novecentos (o recinto, as colunatas e as construções modernas)

13h00 | pausa para almoço

14h30 | A construção artística do Santuário de Fátima III: a estética do século XXI (a Basílica da Santíssima Trindade e o presbitério do Recinto de oração)

15h45 | pausa

16h00 | Lugares artísticos fora do Santuário de Fátima: conventos, mosteiros e casas religiosas (arte privada, arte pública e urbanismo)

17h15 | pausa

17h30 | Visita de estudo à exposição temporária

 

Sexta-feira, dia 10 de julho

10h15 | Fátima e os objetos religiosos: incompatibilidade artística? Para uma história das “lembranças de Fátima”

11h30 | pausa

11h45 | O Museu do Santuário de Fátima I: as exposições permanentes

13h00 | pausa para almoço

14h30 | O Museu do Santuário de Fátima II: as exposições temporárias

15h45 | pausa

16h00 | Núcleos museológicos sobre Fátima fora do Santuário da Cova da Iria

Sessão de encerramento

 

(informação atualizada 29-06-2020) 

PDF

HORÁRIOS

20 out 2020

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.