20 de fevereiro, 2018

2018-02-20_Festa_Pastorinhos_11.jpg

 

Santuário de Fátima celebra festa litúrgica dos Santos Francisco e Jacinta Marto

Celebração presidida pelo Pe. Carlos Cabecinhas instigou peregrinos a rezar pelo Papa

 

Um ano depois da canonização dos Santos Francisco e Jacinta Marto, o Santuário de Fátima celebra hoje a festa litúrgica dos mais jovens santos não mártires da Igreja Católica.

O programa litúrgico começou ontem, dia 19 de fevereiro, pelas 21h30, com a recitação do Rosário na Capelinha das Aparições com a presença dos ícones dos Santos Francisco e Jacinta Marto, seguindo-se uma Vigília de Oração na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

Esta manhã, o Dia dos Pastorinhos começou com o Rosário na Capelinha das Aparições pelas 10h00, seguido da procissão para a Basílica da Santíssima Trindade, onde às 11h00 teve lugar a Missa Votiva dos Santos Francisco e Jacinta Marto.

“Hoje é dia de júbilo e de festa”, disse o Pe. Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, e presidente da celebração. O sacerdote, no início da celebração, lembrou aos peregrinos presentes que estas duas crianças, “mostram como a Mensagem de Fátima é caminho de santidade”.

Neste dia festivo, o reitor convidou os peregrinos a ter em conta algumas intenções importantes: os “bons frutos” do retiro quaresmal do Papa Francisco e também do retiro quaresmal dos bispos de Portugal.

O Pe. Carlos Cabecinhas lembrou as palavras do Santo Padre no dia 13 de maio de 2017, em Fátima e frisa que Francisco e Jacinta Marto ajudam a descobrir “a beleza e o encanto da santidade cristã, como vocação de todos os cristãos”, uma vez que eles apresentam a santidade como “uma realidade próxima e possível”.

“Os Santos Francisco e Jacinta são um testemunho de santidade geograficamente próximo, porque viveram nesta terra em que nos encontramos”, e convidou os presentes a visitar as suas casas, a percorrer os caminhos que eles percorreram, bem como a visitar os seus túmulos.

O reitor deixou esse convite, para que seja possível contemplar de mais perto o seu exemplo e compreender que a santidade “é vocação de todo o cristão”.

“A exortação que Nossa Senhora lhes fez, na primeira aparição obteve dos Pastorinhos uma resposta clara e firme, sem hesitações nem reservas, que transformou as suas vidas”, passando a ser uma existência marcada pelo ritmo intenso da oração “um dos traços mais característicos da mensagem de Fátima”.

“Nos Santos Francisco e Jacinta encontramos o exemplo da atitude de atenção aos outros e às suas necessidades. Sobretudo Santa Jacinta Marto destaca-se pela atitude compassiva para com os outros. Vive a preocupação constante da salvação dos pecadores e não perde uma ocasião de ajudar os outros, nomeadamente os mais pobres”, explicou. E, salientou que “não há verdadeiro amor a Deus que não passe necessariamente pelo amor aos irmãos; que não há verdadeira relação com Deus que não encontre expressão no cuidado na relação com os outros”.

No momento da Oração Universal, pediu-se a interseção pelo Papa Francisco para que “seja protegido nos momentos de maior perigo e sofrimento”, pelos peregrinos, doentes e crianças.

No final da celebração, um grupo de crianças recebeu a bênção.

No período da tarde a Basílica da Santíssima Trindade acolheu 400 crianças dos vários colégios e escolas de Fátima para um encontro.

O Rosário foi presidido pelo reitor do Santuário de Fátima, e meditou sobre a vida dos mais jovens santos não mártires da Igreja Católica.

Em seguida teve lugar uma visita aos túmulos dos Pastorinhos, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

O programa litúrgico culmina com as vésperas, marcadas para as 17h30.

(notícia atualizada 16:00)

HORÁRIOS

17 jan 2019

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.