29 de dezembro, 2022

d0055813.jpgSantuário de Fátima une-se ao Papa na oração por Bento XVI

Prece da Oração dos Fiéis destaca “luminoso testemunho de amor e entrega” à Igreja

 

O Santuário de Fátima tem a partir de hoje uma prece na Oração dos Fieis, que é repetida em todas as celebrações, pelo Papa Emérito Bento XVI, após o apelo de ontem do Papa Francisco.

“Pelo Santo Padre Emérito Bento XVI, para que o Senhor o ampare e conforte nesta hora de sofrimento” refere a prece repetida em todas as celebrações que ocorrem no Santuário, após o agravamento do seu estado de saúde, anunciado esta quarta-feira pelo Vaticano.

“Posso confirmar que, nas últimas horas houve um agravamento, devido ao avanço da idade. A situação, de momento, continua sob controlo e é seguida constantemente pelos médicos”, indicou o porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni, pouco depois de o Papa Francisco, na audiência geral, ter pedido orações pelo seu antecessor, indicando que se encontrava “muito doente”.

Desde que resignou, em 2013, o Papa Bento XVI, de 95 anos de idade, encontra-se a residir no antigo mosteiro ‘Mater Ecclesiae’.

O portal ‘Vatican News’ indica que o Papa germânico tem sofrido problemas respiratórios e já não consegue falar, sendo acompanhado pelo seu secretário particular, o arcebispo Georg Gaenswein, e um grupo de leigas da associação ‘Memores Domini’, além da equipa médica.

O Papa Bento XVI foi um dos quatro Papas que se fez peregrino de Fátima, estando a sua investigação teológica muito ligada à interpretação da mensagem de Fátima.

Por ocasião da sua resignação, o Reitor do Santuário, padre Carlos Cabecinhas, recordava o “testemunho e o magistério Pontificio” do Santo padre que sempre manteve com Fátima “uma relação de grande carinho”, destacando a visita que efetuou à Cova da Iria em 2010, marcando o arranque do centenário das Aparições.

O responsável salientou a afirmação do sumo pontífice de que Fátima como “escola de Fé”, durante a visita Ad Limina dos bispos portugueses em 2007 e 3 anos depois, já em Fátima, onde referiu este lugar como “cenáculo de Fé” e  “escola de caridade”.

O reitor destacou, ainda, a afirmação de Bento XVI sobre “o carácter profético da Mensagem” e o facto dele “não se encontrar esgotado” depois da revelação da terceira parte do Segredo.

Joseph Ratzinger nasceu em Marktl am Inn (Alemanha), no dia 16 de abril de 1927, um Sábado Santo, tal como acontece em 2022, e passou a sua infância e adolescência em Traunstein, uma pequena localidade perto da Áustria. Juntamente com o seu irmão Georg, foi ordenado padre a 29 de junho de 1951; dois anos depois, doutorou-se em teologia com a tese ‘Povo e Casa de Deus na doutrina da Igreja de Santo Agostinho’. No dia 19 de abril de 2005 foi eleito como o 265.º Papa, sucedendo a João Paulo II; a 11 de fevereiro de 2013, Dia Mundial do Doente e memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, anunciou a renúncia ao pontificado, com efeitos a partir do dia 28 do mesmo mês, uma decisão inédita em quase 600 anos de história na Igreja Católica.

PDF

HORÁRIOS

07 fev 2023

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.