15 de maio, 2022

3j3a4143.jpg

Santuário reza pelas famílias  e une-se ao Papa que  canonizou dez  novos santos

Capelão do Santuário afirma que o mandamento do amor “é a única regra” que conduz à felicidade plena

 

Os peregrinos, que esta manhã participaram na Missa dominical no Recinto de Oração, em Fátima, foram convidados a juntar às suas intenções particulares, uma oração pelas famílias, que assinalam este domingo o seu Dia Mundial, e pelo Santo padre que esta manhã canonizou  na Praça de São Pedro dez novos santos.

Os novos santos, seis homens e quatro mulheres, são naturais da Itália, França, Índia e Países Baixos; Ana Maria Rubatto, a irmã Maria Francisca de Jesus, que faleceu no Uruguai, é considerada como a primeira santa deste país latino-americano.

Foram declarados Santos os beatos Tito Brandsma, Lázaro dito ‘Devasahayam’, César de Bus, Luís Maria Palazzolo, Justino Maria Russolillo, Carlos de Foucauld, Maria Rivier, Maria Francisca de Jesus Rubatto, Maria de Jesus Santocanale e Maria Domingas Mantovani.

A partir da liturgia proclamada neste V Domingo da Páscoa, o padre Joaquim Ganhão, que presidiu à Eucaristia na Cova da Iria, lembrou que o mandamento do Amor, apresentado no Evangelho, reúne o essencial da vida cristã.

“Está aqui toda a vida cristã!” afirmou o diretor do Departamento de Liturgia ao destacar que “este anúncio tão simples pode escandalizar-nos porque tão religiosos que somos, desejaríamos que a vida cristã fosse muito mais do que isto, ou melhor, fosse muitas coisas para além destas; fosse aquilo que nós desejamos e imaginamos, umas quantas devoções que nos tranquilizam o espirito”, mas que tantas vezes não impede atitudes de ódio, que nos afastam deste mandamento e até nos “fazem ir em sentido contrário”.

“O mandamento novo do Amor é o único que Deus nos pede para escutar e viver, é a herança e o dom deixado por Jesus aos seus, a fim de que sejam verdadeiramente a Sua comunidade, capazes de estar no mundo de modo marcante e significativo, como autênticos anunciadores da Boa Nova” sublinhou o sacerdote.

3j3a4157.jpg

Aos milhares de peregrinos participantes na Eucaristia, entre eles 14 grupos que se anunciaram no Santuário, oriundos de Portugal, Espanha, França, Estados Unidos da América, Itália, irlanda e Colômbia, disse que este “é o amor que nos projeta e antecipa a eternidade feliz que em nós começa no batismo” e, por isso “se os cristãos forem capazes de viver este Amor como Jesus o viveu, vencerão com Ele e por Ele a morte” , tornando-se “construtores desse mundo novo onde o ódio não tem lugar e a guerra jamais se consente”.

O padre Joaquim Ganhão destacou, no entanto, que este processo exige uma conversão permanente.

“Somos convidados a entrar sempre de novo pela porta da fé, para deixarmos que o Senhor Ressuscitado nos conduza, nos revele os segredos do seu coração, enxugue as nossas lágrima, nos liberte da morte  e de todos os flagelos que nos assolam no mais fundo do coração, mas também na nossa realidade familiar, social e politica”, afirmou ao fazer memória da atitude dos Pastorinhos de Fátima, que desde a primeira hora, não enjeitaram este testamento de Jesus, que “é simples” e passa por “servir e dar a vida”..

“Caros Peregrinos, estamos reunidos neste lugar que, desde o princípio se revelou também como Porta da Fé e que hoje assim continua para todos os peregrinos que aqui acorrem(...) Quem entra pela porta da fé não pode  afastar-se deste mandamento. Só temos uma regra para sermos felizes: amai-vos uns aos outros como eu vos amei”, insistiu.

Esta tarde, os peregrinos que se encontram em Fátima podem ainda participar na Procissão Eucarística que se realizará no Recinto de Oração a partir das 17h30.

 

 

.

PDF

HORÁRIOS

27 jun 2022

Missa, na Capela da Morte de Jesus

  • 16h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.