04 de outubro, 2020

_J3A9053 (1).jpg

Só uma vida centrada em Deus pode dar frutos, afirma reitor do Santuário de Fátima

Santuário evoca dia da Igreja Diocesana de Leiria-Fátima na celebração dominical

 

O reitor do Santuário de Fátima afirmou esta manhã, na Missa dominical, no Recinto de Oração, que só uma vida centrada em Deus pode dar frutos.

Ao comentar o Evangelho que é proclamado este domingo em toda a Igreja, e que conta a parábola dos vinhateiros assassinos, o padre Carlos Cabecinhas destacou que Jesus coloca os seus interlocutores diante das suas responsabilidades, dizendo-lhes que Deus continua hoje a esperar frutos na sua vinha daqueles que enviou a trabalhar nela.

“A palavra fala-nos do amor e do desvelo de Deus para connosco, e exorta-nos a responder a este amor com frutos que Ele espera da nossa vida” afirmou o responsável destacando que esses frutos “se manifestam nas atitudes, no amor a Deus e aos irmãos, nas pequenas coisas”.

“Os frutos que somos desafiados a produzir são os que decorrem de uma vida de olhos postos em Deus conscientes do Seu amor”, enfatizou  destacando a necessidade que os cristãos têm de “corresponder com amor ao imenso amor que Deus tem por nós”, apesar “da nossa indiferença, dos esquecimentos, das ingratidões e das infidelidades”.

Por isso conclui: “se permanece o amor por nós, em qualquer circunstância, também permanece o desafio para que a nossa vida produza frutos agradáveis a Deus e seja uma resposta de amor ao amor que Deus tem por nós”.

O reitor do Santuário lembrou a este propósito Nossa Senhora e os Santos Pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta Marto, como exemplos concretos a imitar.

“Nos Santos Pastorinhos de Fátima vemos uma vida centrada em Deus e um desejo permanente de corresponder ao amor de Deus, que somos convidados a imitar”, concluiu.

A Igreja Portuguesa inicia este domingo a Semana Nacional da Educação Cristã e a diocese de Leiria-Fátima celebra o Dia da Igreja Diocesana, factos lembrados durante a oração dos fieis.

Devido à afluência de peregrinos, o Santuário de Fátima decidiu encerrar, no inicio da celebração, três das suas oito entradas, mais próximas da Capelinha das Aparições e Altar, para garantir a ocupação em segurança do espaço, isto é,  o distanciamento físico aconselhado para pessoas que não são coabitantes ou não pertencem ao mesmo grupo. Antes, durante e após  a celebração, repetiram-se por várias vezes os avisos do comentador para se manter o distanciamento físico entre os peregrinos. A esmagadora maioria das pessoas usava máscara. Muitos dos peregrinos estavam em grupo ou em família e a ocupação que fizeram do espaço traduzia essa ligação.

Uma vez mais, a decisão do Santuário foi tomada com sentido de responsabilidade, tendo em conta a informação dos acolhedores no Recinto; a vigilância eletrónica através do recurso a imagens e a informação da GNR relativa à ocupação dos parques.

PDF

HORÁRIOS

25 out 2020

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 15h00
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 18h30
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.