search clock-o download play play-circle-o volume-up image map-marker plus twitter facebook rss envelope linkedin close exclamation-triangle home bars angle-left angle-right share-alt clock-o arrow-up arrow-down2 folder folder-folder-plus folder-open calendar-o angle-down eye refresh

PÁGINA OFICIAL

Santuário de Fátima

Transmissão Online

Para ser cristão não basta ouvir falar de Jesus ou saber muito acerca Dele, alerta reitor

14 de janeiro, 2018

3J3A8930.jpg

 

Para ser cristão não basta ouvir falar de Jesus ou saber muito acerca Dele, alerta  reitor 

Pe. Carlos Cabecinhas presidiu à missa na Basílica da Santíssima Trindade no domingo em que a igreja assinala o 104.º Dia Mundial do Migrante e Refugiado

Seis grupos de peregrinos oriundos da Polónia, Ucrânia, Brasil, Itália e Portugal, participam hoje nas várias celebrações oficiais do santuário de Fátima, no domingo em que a Igreja celebra o 104º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado.

Na Missa, na Basílica da Santíssima Trindade, o Pe. Carlos Cabecinhas desafiou os peregrinos a experimentar um verdadeiro encontro com Deus por forma a que a vida de cada um possa ser transformada, como foram as vidas dos três pastorinhos.

“O Evangelho de hoje convida-nos a refletir sobre como devemos ser cristãos” pois “não se é cristão apenas porque se ouviu falar de Jesus, ou porque se sabe muito acerca dele”, alertou o reitor do Santuário de Fátima.

“Ser cristão significa sempre ter um encontro pessoal com Jesus. É aí que está o segredo da vida cristã”, precisou sublinhando que o grande desafio “é procurarmos esse encontro, na oração, na escuta da palavra, na celebração de Jesus na fé”. E, concluiu: “quando na nossa vida experimentamos esse encontro tornamo-nos suas testemunhas”.

O reitor lembrou que esta é a dinâmica da Mensagem de Fátima.

“Os Pastorinhos foram introduzidos na vida cristã pela família, que lhes deu os rudimentos da sua fé, mas foi preciso o encontro com Deus, primeiro através do Anjo e depois de Nossa Senhora, para que as suas vidas se transformassem, se transfigurassem”.

Além do programa celebrativo habitual aos domingos, o santuário de Fátima promove hoje a primeira conferência dos 'Encontros na Basílica', que será proferida pelo Pe. Joaquim Ganhão, intitulada “Memória e Gratidão: atitudes crentes”.

O Pe. Joaquim Ganhão é natural de Pedrógão, concelho de Torres Novas. Entrou para o seminário em Lisboa e seguiu os estudos na Universidade Católica Portuguesa, onde concluiu a licenciatura em Teologia e a pós-graduação em Teologia Pastoral. Em 2001, foi para Roma estudar Liturgia. Concluiu o mestrado com a tese sobre o movimento litúrgico em Portugal. Regressou de Roma em 2005 e veio para Santarém, onde o bispo D. Manuel Pelino o nomeou pároco da Catedral de Santarém e, mais tarde, chefe de gabinete e responsável pela liturgia e pelas celebrações. Atualmente é também diretor da comissão diocesana para os bens culturais da Igreja e responsável pelo Museu Diocesano de Santarém. Em 2017 foi o coordenador da Comissão de Liturgia para a visita de Sua Santidade Papa Francisco.

O apontamento musical que se seguirá à conferência estará a cargo do grupo Cantus Novus Ensemble, sob direção de António Lourenço Menezes.

 


CATEGORIAS DE NOTÍCIAS


HORÁRIOS

Missa

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

07h30
Terço

Terço, na Capelinha das Aparições

12h00

PAPA FRANCISCO EM FÁTIMA


LOJA ONLINE


Loja Santuário de Fátima