13 de fevereiro, 2019

D0218319.jpg

Santuário de Fátima vai assinalar centenário da morte de Santa Jacinta

Do programa celebrativo constam momentos de oração em Fátima e em Lisboa

 

O Santuário de Fátima está a preparar um programa celebrativo, que vai assinalar a a efeméride do centenário da morte de Santa Jacinta Marto.

As celebrações começam a 16 de fevereiro com o VI Concerto Evocativo dos Três Pastorinhos de Fátima na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. No dia 19 de fevereiro, pelas 21h30, terá lugar uma vigília de oração, com rosário, procissão e veneração dos túmulos, na Capelinha das Aparições e Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

A 20 de fevereiro, Festa Litúrgica dos Santos Francisco e Jacinta Marto, haverá pelas 10h00 rosário na Capelinha das Aparições, seguindo-se uma procissão com os ícones dos Santos Francisco e Jacinta até à Basílica da Santíssima Trindade, onde tem lugar a eucaristia pelas 11h00. Entre as 14h00 e as 16h00 estão previstas várias atividades com crianças. Pelas 17h30 haverá oração de vésperas na Basílica de Nossa Senhora do Rosário.

Em Lisboa, o centenário da morte de Jacinta Marto será assinalado neste dia com uma conferência, pelas 15h00, no Hospital D. Estefânia, onde faleceu a pequena pastorinha. Nesse mesmo lugar, pelas 16h30 haverá uma missa, presidida pelo Cardeal Patriarca, D. Manuel Clemente.

Jacinta de Jesus Marto morreu a 20 de fevereiro de 1920, com nove anos. Filha mais nova de Manuel Pedro Marto e de sua esposa Olímpia de Jesus dos Santos, Jacinta foi batizada na Igreja Paroquial de Fátima no dia 19 de março de 1910. Foi beatificada pelo Papa João Paulo II no dia 13 de maio de 2000 e canonizada pelo Papa Francisco a 13 de maio de 2017.

Na sua curta vida, deixou-se impressionar pelo sofrimento dos pecadores. No seu quotidiano, a oração e o sacrifício pela conversão, pela paz no mundo e pelo Santo Padre eram recorrentes.

A atitude de compaixão era também marca única de Jacinta, que prestou toda a existência à missão que a Senhora do Céu lhe confiou: “Se eu pudesse meter no coração de toda a gente o lume que tenho cá dentro no peito a queimar-me e a fazer-me gostar tanto do Coração de Jesus e de Maria!”.

O amor a Nossa Senhora e este desejo conformador da sua existência com o Coração de Jesus levaram Jacinta a desejar segui-Lo, percorrendo o mesmo caminho que o Mestre. E nem sequer na solidão da doença, quando lhe foi negada a possibilidade da comunhão ou quando a ferida que lhe penetrava o peito a fazia sofrer, perdeu a serenidade própria de quem confia e de quem ama, ao jeito de Maria, sua mestra na Escola de Santidade, como afirmou o Papa São João Paulo II. Durante a sua estadia na prisão, em Ourém, quando Lúcia lhe pede para escolher uma intenção pela qual oferecer os sacrifícios – pelos pobres pecadores ou pelo Santo Padre ou em reparação ao Imaculado Coração de Maria – Jacinta não hesita em responder: “eu ofereço por todas, porque gosto muito de todas”.

“Tempo de Graça e Misericórdia: dar graças por viver em Deus” é o tema do novo ano pastoral no Santuário de Fátima, o último do primeiro ciclo pós-centenário das Aparições. O Santuário preparou este ano pastoral centrado nesse apelo universal à santidade que consta dos documentos do Magistério e que, na Cova da Iria, se materializa como um chamamento à vida em Deus, segundo o exemplo dos videntes de Fátima, em particular dos santos Francisco e Jacinta Marto. A dinâmica pastoral deste ano tem como referência os centenários da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima e o da ordenação episcopal de D. José Alves Correia da Silva, o primeiro bispo da então recém-restaurada diocese de Leiria, bem como a efeméride do centenário da morte de Santa Jacinta.

 

PROGRAMA

20 de fevereiro de 2020 – Festa Litúrgica dos Santos Francisco e Jacinta Marto e Centenário da morte de Santa Jacinta Marto

 

No Santuário

Dia 16, domingo

15h30 – VI Concerto Evocativo dos Três Pastorinhos de Fátima | Basílica de Nossa Senhora do Rosário

Dia 19, quarta-feira

21h30 – Vigília de oração, com Rosário, procissão e veneração dos túmulos | Capelinha das Aparições e Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

 

Dia 20, quinta-feira

10h00 – Rosário Solene | Capelinha das Aparições

10h45 – Procissão com os ícones dos Santos Francisco e Jacinta

11h00 – Missa | Basílica da Santíssima Trindade

14h00-16h00 – Atividade com crianças | Basílica da Santíssima Trindade

17h30 – Vésperas Solenes | Basílica de Nossa Senhora do Rosário

18h30 – Rosário | Capelinha das Aparições

21h30 – Rosário | Capelinha das Aparições

 

Em Lisboa

Dia 20, quinta-feira

15h00 – Conferência | Hospital D. Estefânia

16h30 – Missa presidida pelo Cardeal D. Manuel Clemente | Hospital D. Estefânia

 

PDF

HORÁRIOS

19 fev 2020

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.