01 de junho, 2014

 
 
A reflexão sobre a mensagem de Fátima voltou a estar em destaque no simpósio teológico-pastoral organizado e promovido pelo Santuário de Fátima, realizado entre os dias 30 de maio e 1 de junho, sob a coordenação científica da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa. Participaram presencialmente nesta iniciativa de âmbito nacional 340 pessoas; 486 internautas acompanharam, através da transmissão on-line, os trabalhos do primeiro dia, 216 os do segundo e 93 os do terceiro.
Após a palavra de acolhimento pelo reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, os trabalhos, realizados no Salão do Bom Pastor, no Centro Pastoral de Paulo VI, foram inaugurados na manhã de sexta-feira com o discurso de abertura do bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, que destacou que o título e lema do simpósio – Envolvidos no amor de Deus pelo mundo”. Experiência de Deus e responsabilidade humana  – sintetizava bem a mensagem deixada por Nossa Senhora em Fátima na aparição de 13 de julho de 1917, aquela que considera “a mais importante das seis aparições”, aquela em que foi revelado o chamado “Segredo de Fátima” que “nas suas três partes é expressão deste amor de Deus ao mundo num momento periclitante que ameaçava afundar a humanidade no abismo da ruína”: a Primeira Grande Guerra Mundial.
Na sua reflexão, o bispo de Leiria-Fátima apresentou Maria como mensageira e ícone do Amor de Deus pelo mundo e exortou a Igreja a olhar as pessoas e o mundo com esse olhar de amor e de misericórdia, e a realizar, segundo a própria exortação do Papa Francisco, “a revolução da ternura nas periferias existenciais”. Destacou ainda que, neste momento atual da história da humanidade, “a Igreja é chamada a olhar as pessoas e o mundo com um olhar de amor e misericórdia, a cuidar da humanidade com ternura, a ser uma Igreja amiga e companheira dos homens: a aproximar-se deles com um sentido grande e profundo de humanidade, que acolhe, escuta, compreende e assume as alegrias e as esperanças, as dores e as angústias dos outros”.
A conferência inaugural esteve a cargo de Franco Manzi, de Milão, e debruçou-se sobre o tema “O mistério do amor de Deus pelo mundo na mensagem de Fátima”. Mons. Claude Dagens, bispo de Angoulême, Klaus Vechtel, jesuíta de Frankfurt, Cettina Militello, teóloga italiana, Rey García Paredes, mariólogo espanhol, foram alguns dos conferencistas que procuraram dar resposta a três temáticas essenciais: “Em que Deus acreditamos?”, “O amor como núcleo da existência de Deus na experiência cristã” e “Maria, ícone da misericórdia salvífica de Deus”.
O patriarca de Lisboa e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente, encerrou os trabalhos com uma reflexão sobre “O Santuário de Fátima e a renovação da Igreja em Portugal – uma leitura histórico-pastoral”. D. Manuel Clemente afirmou que “Fátima foi estruturante neste último século em que vivemos e continua a ser estrutural, porque aqui assenta, basicamente, a vida das vinte igrejas diocesanas que existem em Portugal e da Igreja toda, global, que também passa por cá”. Sublinhou que a mensagem de Fátima “reforçou e unificou o cariz mariano do cristianismo, que é geral, e particularmente entre nós” e disse ainda: “Prefaciando, acompanhando e transpondo a reflexão mariológica do Concílio do Vaticano II, o marianismo português, digamos assim, é tão constante como a nossa própria história. (…) Esta nota mariana precede e caracteriza ao longo de vários séculos o devir português”.
Em termos culturais a proposta oferecida aos participantes no simpósio foi uma visita à exposição temporária do Santuário de Fátima, Segredo e Revelação, patente até final de outubro, onde são colocadas em destaque as três partes do chamado Segredo de Fátima e onde é mostrado ao público, pela primeira vez, o Manuscrito da Terceira Parte do Segredo.
Outra iniciativa que decorreu durante o simpósio foi a apresentação pública do mais recente projeto editorial do Santuário: Fátima XXI Revista Cultural do Santuário de Fátima, cujo n.º 1 saiu por estes dias. Nas palavras do reitor do Santuário de Fátima, Fátima XXI é um projeto “de índole cultural, que procura, precisamente, fazer-se eco desta dimensão cultural de Fátima” e “ser espaço de reflexão, abordando temas relacionados com a história, a mensagem e a cultura de Fátima, através de leituras que se pretendem pluridisciplinares, envolvendo perspetivas diferentes mas complementares”.

LeopolDina Simões
 
D. ANTÓNIO MARTO EXORTA A UMA "REVOLUÇÃO DA TERNURA"




ARQUIVO
Transmissão online:
http://www.fatima2017.org/pt/menu-topo/simposio-online

O simpósio teológico-pastoral “Envolvidos no amor de Deus pelo mundo”. Experiência de Deus e responsabilidade humana decorre entre os dias 30 de maio e 1 de junho deste ano, no Salão do Bom Pastor, no Centro Pastoral de Paulo VI, no Santuário de Fátima.
As inscrições podem ser efetuadas mediante o envio por correio ou entrega da ficha de inscrição no Secretariado do Centenário das Aparições – Simpósio de 2014, ou via Internet, através do acesso online http://fatima2017.org/pt/menu-topo/inscricoes-simposio.
Recorde-se que esta iniciativa integra o calendário de atividades previsto para este quarto ciclo da celebração do Centenário das Aparições.
Organizado sob a coordenação científica da Faculdade de Teologia da Universidade Católica, o simpósio teológico-pastoral refletirá sobre alguns núcleos temáticos relacionados com a aparição de Nossa Senhora aos três Pastorinhos no mês de julho de 1917.
“Refletiremos sobre temas tais como o mistério de Deus na sua misericórdia e na sua justiça; a questão de Deus no mundo contemporâneo; a esperança cristã no encontro definitivo com Deus; o amor como núcleo da experiência de Deus e da existência cristã; desafios atuais à pastoral da reconciliação; Maria, ícone da misericórdia de Deus”, sublinha o professor José Eduardo Borges de Pinho, que preside à Comissão Organizadora do Simpósio.
De entre o programa estabelecido para os três dias, José Eduardo Borges de Pinho destaca sobretudo as conferências: “A conferência inaugural, a cargo de Franco Manzi, de Milão, debruça-se sobre ‘O mistério do amor de Deus pelo mundo na mensagem de Fátima’. Por sua vez, o Patriarca de Lisboa e Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente, encerra os trabalhos do Simpósio com uma reflexão sobre ‘O Santuário de Fátima e a renovação da Igreja em Portugal – uma leitura histórico-pastoral’. Mons. Claude Dagens, bispo de Angoulême, Klaus Vechtel, jesuíta de Frankfurt, Cettina Militello, teóloga italiana, Rey García Paredes, conhecido mariólogo espanhol, são outros dos convidados estrangeiros a intervirem neste Simpósio”.

 
LeopolDina Simões
 
PROGRAMA E FICHA DE INSCRIÇÃO

 
CARTAZ DE DIVULGAÇÃO
 
Apresentação e programa 
 
Entrevista ao Presidente da Comissão Organizadora
 
Serão cultural propõe visita à exposição "Segredo e Revelação" - Apenas para os participantes no simpósio
 
Informação sobre últimas inscrições
 
Informação aos jornalistas: O pedido de acreditação para acompanhamento da totalidade ou de parte do programa do simpósio teológico-pastoral deve ser efetuado ao e-mail [email protected]  
PDF

HORÁRIOS

23 jul 2024

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.