12 de maio, 2022

2022-05-12conferenciaimprensa2.jpg

Santuário vai oferecer uma Imagem de Nossa Senhora à Catedral de Lviv, na Ucrânia

Na conferência de imprensa que projeta a Peregrinação de Maio, o reitor do Santuário anunciou o envio de uma Imagem para Lviv, após pedido do arcebispo metropolita local.

 

Esta tarde, na habitual conferência de imprensa que antecede o início da Peregrinação de Maio, o reitor do Santuário anunciou que amanhã, no final da Missa Internacional de 13 de maio, será benzida uma Imagem de Nossa Senhora que viajará para Lviv, na Ucrânia, a fim de concretizar o pedido do arcebispo e metropolita da Igreja Greco-católica daquela região, que manifestou no final de março o desejo de que a presença da Imagem Peregrina, que ali se encontra em peregrinação, se prolongasse por mais tempo ou mesmo que ali permanecesse.

“A 31 de março o arcebispo pediu o prolongamento da visita ou mesmo a cedência daquela Imagem. O Santuário comunicou de imediato que a visita se podia prolongar o tempo que fosse necessário (…) e, procurando dar resposta à solicitação, iremos oferecer uma Imagem nova, idêntica à Imagem Peregrina, para que fique de forma definitiva na Catedral de Lviv”, informou aos jornalistas o padre Carlos Cabecinhas, dando conta que a Imagem que está em peregrinação deverá visitar outros lugares da Ucrânia.

O tema da paz na Ucrânia foi assumido pelo sacerdote como “central” para esta Peregrinação, que, após dois anos de constrangimentos derivados da pandemia, tomará agora uma nova configuração no seu programa, concretamente na noite de dia 12, onde se passará a realizar uma Celebração da Palavra de Deus, em vez da habitual Missa de Vigília, mantendo-se assim o figurino adoptado durante o tempo de pandemia.

Nesta retoma das Peregrinações sem restrições, o padre Carlos Cabecinhas congratulou-se com o regresso gradual de peregrinos portugueses e, mais recentemente, dos grupos estrangeiros, numa dinâmica que, referiu, se sente mais espaçada ao longo do ano e não tão concentrada nas grandes peregrinações.

“Este ano, muitos foram os que, para evitarem grandes aglomerações dos dias 12 e 13, escolheram outras datas e foram chegando ao Santuário, meta da longa e exigente caminhada.”

Após dois anos de restrições, o reitor do Santuário congratulou-se também com: a retoma do “acolhimento aos doentes”; a realização presencial da Peregrinação das Crianças, a 10 de junho; e a atividade "Vem para o meio", que oferece férias a pais com filhos com deficiência.

O responsável destacou a importância do voluntariado na vida do Santuário, com especial foco no voluntariado jovem que, na aproximação da Jornada Mundial de 2023, em Lisboa, se tem concretizado no Santuário "em atividades com colégios de Fátima e na colaboração com os escuteiros", nomeadamente através da parceria "Escutar Fátima", estabelecida com o Corpo Nacional de Escutas, para aprofundar o conhecimento e experiência de Fátima.

 

2022-05-12conferenciaimprensa3.jpg

Num olhar sobre a Jornada da Juventude de 2023, D. José Ornelas perspetiva Fátima como "lugar de convergência, de partida e de missão"

O bispo de Leiria-Fátima também esteve presente no encontro com os jornalistas, a quem começou por agradecer "pela atenção que dão ao Santuário de Fátima, à sua Mensagem e ao eco que tem no país e no mundo". Esta, que será a primeira Peregrinação Aniversária de D. José Ornelas como titular de Leiria-Fátima, foi assumida pelo prelado como "um desafio novo" numa "casa particularmente interessante".

"Fátima é meta de um peregrinar, mas é também uma peregrinação que se estende para o mundo", afirmou o prelado, ao lembrar que Nossa Senhora se apresentou em Fátima como "Aquela que cuida dos mais frágeis e pequenos", num contexto de pandemia e de guerra, muito idêntico ao atual.

Ao lembrar ligação da Sucessor de Pedro com Fátima, o bispo de Leiria-Fátima destacou a "inserção de Fátima no tecido da Igreja", numa "mobilidade que a faz ter um papel importante na construção de um caminho sinodal" e na concretização da Jornada Mundial da Juventude do próximo ano.

"Hoje, a mobilidade está no coração dos jovens. (...) Para os jovens, qualquer santuário é ponto de chegada, convergência e ponto de partida para ir ao conhecimento do mundo, que se reunirá em Lisboa, em 2023. Queremos que Fátima seja um lugar de convergência, de partida e de missão", concluiu

A Peregrinação Internacional Aniversária de maio é presidida pelo substituto da Secretaria de Estado do Vaticano, o arcebispo D. Edgar Peña Parra. 

PDF

HORÁRIOS

23 mai 2022

Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.