13 de fevereiro, 2017

3J3A7456.JPG

Arcebispo de braga apela à coerência da vida cristã na escuta e na concretização da palavra de Deus

D. Jorge Ortiga preside à Peregrinação Mensal de fevereiro que integra peregrinação jubilar dos operadores de turismo
 

O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, presidiu esta manhã à Peregrinação mensal de fevereiro, a convite da Obra Nacional da Pastoral do Turismo, que esta segunda feira, em que se faz memória das aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria, realiza a peregrinação Nacional dos operadores de Turismo.

A peregrinação começou com a recitação do Rosário, pelas 10h00 na Capelinha das Aparições, a que se seguiu a Procissão para a Basílica da Santíssima Trindade, onde teve lugar a Eucaristia.

Durante a homilia, D. Jorge Ortiga, referiu o exemplo de Maria como mulher que ouviu a palavra de Deus e a colocou em prática e, por isso, deve ser referência para a nossa vida.

“Ouvir e praticar, realidade dupla que devia caracterizar a nossa vida. Assim Maria o fez. Maria não foi apenas uma ouvinte da palavra mas foi a mulher que a pôs em prática”, afirmou o prelado.

D. Jorge Ortiga apresentou Maria como a “Bíblia aberta, transparente ao contrário de Adão e Eva”.

“É palavra de Deus que nós presenciamos nessa sua existência ao contrário do aconteceu com Adão e Eva que ouviram a palavra de Deus mas não a puseram em prática”, referiu.

O Arcebispo de Braga desafiou todos os peregrinos presentes a  sair da Cova da Iria com o compromisso de procurar a felicidade “neste ouvir e pôr em prática a palavra de Deus”.

“Vamos sair daqui com este compromisso de procurarmos a nossa felicidade não em grandiosidades exteriores, nem em realidades deste mundo ou coisas capazes de satisfazer a nossa curiosidade mas que a nossa felicidade esteja pura e simplesmente neste ouvir a palavra do Senhor e neste pôr em prática”, sublinhou. 

A peregrinação jubilar dos operadores do Turismo prossegue esta tarde, às 14h30, com o encontro com os operadores de turismo onde o padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, falará sobre «A Mensagem de Fátima»

«O acolhimento na atividade turística» é o tema abordado por D. Jorge Ortiga, presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

Esta peregrinação, inserida na celebração do centenário das Aparições em Fátima, é dirigida a todos os que operam na área do turismo e visa a “possibilidade de os operadores do turismo poderem celebrar uma peregrinação própria ao Santuário de Fátima, integrada no Ano Jubilar do Centenário das Aparições”, refere a organização.

PDF

HORÁRIOS

22 out 2021

Missa, na Basílica da Santíssima Trindade

  • 07h30
Missa

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.